Menu
domingo, 22 de maio de 2022 Campo Grande/MS
CÂMARA MUNICIPAL MAIO 2/3 ANO
Política

Ministério Público investiga caso de cozinheiro forçado a provar comida antes de Bolsonaro

Objetivo é apurar se o cozinheiro foi vítima de assédio moral por parte da Presidência

12 maio 2022 - 22h03Por Elizeu Ribeiro

O Ministério Público do Trabalho da Paraíba instaurou nesta semana inquérito para investigar se houve assédio moral de servidores da Presidência da República contra um cozinheiro de um restaurante em João Pessoa (PB).

Segundo o site Menu, no dia 5 de maio, o chef do Formaggio 43, localizado no bairro de Cabo Branco, capital paraibana, foi obrigado por seguranças da Presidência a provar uma refeição que posteriormente foi servida ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

O caso foi denunciado ao Ministério Público e será apurado por um dos procuradores do órgão.

Ainda conforme o site, o objetivo é apurar se o cozinheiro foi vítima de assédio moral por parte da Presidência. Os seguranças alegaram a prática seria comum, para evitar o envenenamento de Bolsonaro. Entretanto, não se tem notícia de que isso já tenha ocorrido em outras regiões do país.