Menu
Busca sexta, 05 de junho de 2020
Camara - corona
Política

Ministro libera vídeo que Moro considera prova da interferência de Bolsonaro na PF

Moro acusa Bolsonaro de demitir o então diretor-geral da PF Maurício Valeixo, em 24 de abril, sem avisá-lo

22 maio 2020 - 16h39Por Diana Christie

O ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), tirou o sigilo do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, apontada como prova de suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal, conforme denúncia do ex-ministro Sergio Moro. As informações são do G1.

Celso de Mello liberou tanto o vídeo quanto a transcrição da reunião, proibindo apenas a divulgação de passagens “nas quais há referência a determinados Estados estrangeiros". Ele afirma que o regular exercício do Judiciário “não transgride o princípio da separação de poderes”.

“É importante ter presente que o Judiciário, quando intervém para conter os excessos do poder e, também, quando atua no exercício da jurisdição penal ou como intérprete do ordenamento constitucional, exerce, de maneira plenamente legítima, as atribuições que lhe conferiu a própria Carta da República”, diz.

O caso

Moro acusa Bolsonaro de demitir o então diretor-geral da PF Maurício Valeixo, em 24 de abril, sem avisá-lo, com intenção de interferir em investigações contra a família presidencial.

Após isso, o presidente escolheu o delegado Alexandre Ramagem para comandar a corporação, mas a nomeação foi barrada pelo STF. No lugar, Bolsonaro ficou com Rolando de Souza.

Logo que assumiu a diretoria-geral da PF, Souza trocou diversos superintendentes regionais da corporação, inclusive o do estado do Rio de Janeiro, berço eleitoral da família Bolsonaro, como havia predito Moro.

Leia Também

Tribunal do Trabalho nega danos morais coletivos por morte do adolescente Wesner em lava jato
Cidade Morena
Tribunal do Trabalho nega danos morais coletivos por morte do adolescente Wesner em lava jato
NÃO VAI TER FIM? Brasileiros mortos pela covid-19 já chegam a 34.021
Geral
NÃO VAI TER FIM? Brasileiros mortos pela covid-19 já chegam a 34.021
Registro mostra que PM foi imparcial em ocorrência com tiro de Guarda Municipal
Cidade Morena
Registro mostra que PM foi imparcial em ocorrência com tiro de Guarda Municipal
Estudo que demonizava cloroquina é falho e autores tiram texto de site
Geral
Estudo que demonizava cloroquina é falho e autores tiram texto de site