Menu
sábado, 16 de janeiro de 2021
Política

Na mira da PF, Trutis reassume PSL e bota namorada e irmão no comando em Campo Grande

Mais uma vez o deputado não respondeu aos chamados da reportagem

08 janeiro 2021 - 15h00Por Thiago de Souza e Vinícius Squinelo

Mesmo investigado pela Polícia Federal, Tio Trutis deve voltar a assumir o PSL municipal de Campo Grande. Uma lista com o nome dele já corre entre os correligionários. 

O detalhe é que Trutis colocou o ex-assessor dele e também investigado pela polícia, Ciro Nogueira Fidélis como vice-presidente. Raquele Lisboa, namorada dele entra como secretária-geral e um suposto primo como primeiro secretário. 

Antes das eleições municipais, Trutis havia sido destituído do comando local do partido em razão de irregularidades na montagem da chapa para disputar a prefeitura de Campo Grande. Na ocasião, o deputado queria que a namorada, que nunca morou na Cidade Morena, disputasse cargo de vereadora. 

Conforme apurado pelo TopMídiaNews, a volta ao poder no partido teria sido decidida junto com a executiva nacional do partido, em troca do apoio de Trutis a Arthur Lira, que disputa a presidência da Câmara. 

Uma ala do PSL nacional manifestou apoio a Lira, enquanto outra parte vai apoiar Baleia Rossi, do MDB.