Tribunal de Contas
(67) 99826-0686
Camara - marco

Nenhuma peça no tabuleiro dará xeque mate no PMDB

Eleição 2014

1 NOV 2013
Juliene Katayama
10h14min
Foto: Paulo Rios/Assessoria

O xeque mate do jogo de xadrez eleitoral ainda está longe de acontecer. Peças como o secretário estadual de Obras Públicas e de Transportes, deputado federal licenciado Edson Giroto (PR), e o PT compõe o tabuleiro da eleição de 2014. Para o secretário estadual de habitação, Carlos Marun, nenhuma peça é forte para derrubar dar cheque mate no PMDB.

"Giroto é uma peça no tabuleiro. O PT é outra peça, mas nenhuma é suficiente forte para derrubar nosso projeto", afirmou Marun. O secretário reforça a permanência do pré-candidato do PMDB, ex-prefeito de Campo Grande Nelson Trad Filho (PMDB), no tabuleiro. "Nosso candidato é o Nelson Trad Filho", disse.

Marun afirmou que a maioria os partidários, principalmente no interior, apoiam Nelson Trad ao governo do Estado. "Há um pequeno grupo contra a candidatura de Nelsinho, mas é mínimo", disse o secretário.

O tabuleiro ainda está em formação. Nelson Trad Filho deve enfrentar o senador Delcídio do Amaral (PT) e Edson Giroto (PR) na sucessão estadual. Já o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) ainda não entrou no jogo.

Além do embate eleitoral, Nelson Trad terá de enfrentar a jogada do PT nacional em forçar dobradinha entre PT e PMDB no Estado. Carlos Marun não descartou essa peça, mas a vê como a "torre" que é uma das primeiras a ser retirada do tabuleiro.

Veja também