(67) 99826-0686
PMCG - SLOGAN 17/06 A 30/06

Na Câmara, Odilon Junior tem como meta trabalhar nas áreas de segurança, saúde e educação

Vereador eleito ainda aguarda orientações do partido para definir se apoia Marquinhos Trad ou faz oposição

12 NOV 2016
Rodson Willyams
18h00min
Foto: Rodson Willyams

Segundo mais votado na Câmara Municipal de Campo Grande, o vereador Odilon de Oliveira Junior (PDT) pretende mudar a imagem da política em Mato Grosso do Sul. Ele explica que, durante a campanha, trabalhou a questão da fiscalização do Poder Executivo, mas a experiência na caminhada mostrou a necessidade de atuar também na conscientização do eleitor. 

"Vi que o vereador tem que orientar o povo dos direitos dele, chamar para participar da política e se inteirar do que acontece. Na Câmara, no próximo ano, vou trabalhar pela segurança, saúde e educação, além de atuar na fiscalização das licitações e evitar que haja desperdício de dinheiro", comentou.

Odilon Junior foi à Casa de Leis na semana passada para se familiarizar com o ambiente que vai trabalhar a partir de 2017, como vereador. Filho do juiz federal Odilon de Oliveira, o advogado disse que vai "trabalhar pela sociedade".

"É uma situação nova, apesar de ser advogado, acredito que posso contribuir e devolver para a sociedade o que ela acabou nos dando enquanto pessoa. O motivo de vir até aqui foi para me colocar a par da situação, começar a aprender, ter a humildade de perguntar para os mais antigos algumas coisas e conhecer o ambiente que eu vou trabalhar pelos próximos quatro anos", explicou.

Sobre o posicionamento partidário na Câmara Municipal, Odilon explicou que aguarda o deputado federal Dagoberto Nogueira, do PDT, dizer as orientações do partido. O PDT fechou aliança com a vice-governadora Rose Modesto, do PSDB, e com a vitória do prefeito eleito Marquinhos Trad, do PSD, a relação entre as duas legendas precisa ser avaliada.

"O PDT ainda não definiu uma posição em relação ao Marquinhos. Mas vejo que o sentimento do partido é defender a sociedade. O que o Marquinhos fizer de bom para sociedade, que não fuja dos princípios do partido, vou apoiar. Mas acredito que a relação será harmônica, acredito que todos que entraram tem o interesse de resgatar uma política decente", pontuou.

Por fim, encerra: "vou ficar em cima daquilo que o Marquinhos prometeu". 

 

Veja também