TCE MAIO
(67) 99826-0686
Camara Maio

Oposição estuda meios de retomar julgamento de cassação do prefeito Alcides Bernal

Cassação

27 DEZ 2013
Lucas Arruda
09h47min
Depois de Comissão Processante ser derrubada por Liminar, vereadores estudam meios de retomar cassação. Foto: Geovanni Gomes

No dia seguinte após o tumultuado julgamento de cassação do prefeito Alcides Bernal, que acabou sendo anulado por liminar da justiça, os vereadores da oposição já avaliam as formas de retomar os trabalhos da Comissão Processante.

Segundo o vereador Elizeu Dionízio (SDD), o departamento jurídico da Câmara Municipal já está estudando os trâmites legais que podem ser tomados para anular a decisão do desembargador João Batista da Costa Marques, vice-presidente do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). "Nós vamos entrar com recurso para retomar o julgamento do 'fujão' de Campo Grande", afirmou em entrevista por telefone.

Para ele, os manifestantes que compareceram ontem à Casa de Leis não representam a sociedade de Campo Grande. "Ele mandou que os secretários saíssem de seu local de trabalho, juntamente com os comissionados, para comparecerem à sessão. Tinha menos de 300 pessoas no julgamento, a maioria funcionários do prefeito. Não são representantes do povo", ressaltou.

Já a vereadora Juliana Zorzo (PSC) declara que a briga de liminares do TJ foi uma vergonha. "Nós temos que obedecer a decisão final, por isso o julgamento foi encerrado ontem, mas acho que já virou brincadeira. Desembargador dando decisão em cima de desembargador, foi uma vergonha para o judiciário. Ontem aconteceram coisas que até Deus duvida", frisou.

Sobre a possibilidade de ganhar alguma secretaria em troca de voto contra a cassação do prefeito, Juliana disse que seu voto não está condicionado à sua participação no governo.

Os vereadores que compõem a Comissão Processante, Edil Albuquerque (PMDB), presidente, Flávio César (PT do B), relator, e Alceu Bueno (PSL), membro, foram procurados pela reportagem, mas não foram localizados até o fechamento desta matéria. O presidente da Câmara, o vereador Mário Cesar (PMDB) dará uma coletiva de imprensa logo mais.

Veja também