(67) 99826-0686
ALMS 13/06 a 12/07

'Parecer do MP é referência forte para juiz decidir', avalia Edil

Cassação

5 DEZ 2013
Juliene Katayama
12h45min
Foto: Geovanni Gomes/Arquivo

O presidente da Comissão Processante, vereador Edil Albuquerque (PMDB), acredita que o parecer favorável do Ministério Público poderá ser decisivo para a continuidade dos trabalhos de investigação contra o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), que apura irregularidades em contratos de emergência.

"É uma referência forte para o juiz decidir", afirmou Edil. O vereador explicou que o MP foi provocado pelo juiz para investigar os indícios. "Agora vai entrar no mérito", ressaltou o presidente da comissão.

As decisões tomadas pela Justiça que barrou o trabalho da Comissão Processante, segundo Edil, foram baseadas nos recursos impetrados, não chegaram a analisar o mérito, ou seja, na formação ou mesmo nos trabalhos dos vereadores.

A comissão foi suspensa no dia 26 de novembro quando já estava no seu 43º dia de trabalho. Já haviam sido ouvidas as testemunhas do prefeito e colhidos documentos. O passo seguinte seria ouvir o prefeito. Com a decisão judicial, a oitiva foi cancelada.

Para continuar a investigação, Edil anunciou plano A e B para derrubar as decisões judiciais. O presidente deu duas alternativas que poderão mudar o cenário e a investigação possa prosseguir. Sem entrar em detalhes, a primeira decisão é aguardada para esta sexta-feira (06). Caso a comissão continua impedida, os vereadores vão trabalhar para conseguir converter no dia 19 de dezembro.

Veja também