(67) 99826-0686

Pela segunda vez, Bernal cancela reunião de transição com Marquinhos

O encontro ficou agendado para esta quinta-feira, se não for adiado mais uma vez

16 NOV 2016
Rodson Willyams
19h00min

O encontro entre o prefeito Alcides Bernal, do PP, e o prefeito eleito Marquinhos Trad, do PSD, previsto para esta quarta-feira (16) foi cancelado. Esta é a segunda vez que a mesma reunião, agendada anteriormente, é adiada pelo chefe do Executivo. 

A pauta era para tratar de assuntos financeiros da Capital, além de discutir outros temas como a dívida ativa do município e o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). O assunto só deve acontecer nessa quinta, sem horário definido. No entanto, segundo assessoria de imprensa da prefeitura, não há data confirmada para a reunião. 

A equipe de transição tem se reunido constantemente com secretários de Alcides Bernal e o objetivo é coletar informações necessárias para a continuidade dos serviços, evitando, por exemplo, falta de remédios nos postos ou uniforme e alimentos nas escolas. 

A última reunião aconteceu no final da tarde de quinta-feira (10), quando a equipe se encontrou com Bernal e todo seu secretariado. “A reunião foi positiva e muito produtiva, em um clima de colaboração mútua. Foi uma reunião com objetivo de detalhar a situação financeira do IMPCG e os desafios que a Previdência trará para a próxima gestão. O maior desafio é o déficit crescente, que já em 2017, pelas estimativas da atual gestão, implicará aporte de R$ 10 milhões mensais do Tesouro Municipal”, detalhou Pedro Pedrossian Neto, um dos integrantes da Comissão de Transição indicada por Marquinhos. 

Durante as reuniões, os secretários informarão o que será concluído na atual gestão e quais projetos serão iniciados por Bernal e concluídos por Marquinhos. Os dados serão analisados e entregues a Marquinhos, que poderá planejar o que já será feito nos primeiros dias de gestão, visto que ele só assume no dia 1º de janeiro de 2017. 

Embora só assuma ano que vem, Marquinhos já está em busca de recurso, considerando que o Orçamento previsto para o próximo ano será apertado. O novo prefeito de Campo Grande já viajou para Brasília na tentativa de conquistar verba para Saúde e continuidade de obras em Campo Grande que seguem paradas.

Segundo a assessoria de imprensa, da prefeitura de Campo Grande, oficialmente, apesar de haver diversos encontros, a equipe de transição composta pelos dois governos começam a trabalhar em conjunto, a partir do dia 21 de novembro. 

Veja também