TCE MAIO
TJMS MAIO
Menu
quinta, 26 de maio de 2022 Campo Grande/MS
CÂMARA MUNICIPAL MAIO 2/3 ANO
Política

PF e Receita 'vasculham' gabinete no Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul

Foco da investigação seriam os contratos envolvendo o Estado e empresas de informática

27 novembro 2018 - 08h09Por Celso Bejarano, Anna Gomes e Vinícius Squinelo

Policiais federais, e agentes da Receita Federal, no âmbito da sexta fase da Lama Asfáltica, cumprem nesta manhã de terça-feira (27), mandado de busca e apreensão num dos gabinetes do TCE (Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul), cuja sede fica no Parque dos Poderes, em Campo Grande.

A PF investiga uma série de crimes, entre os quais corrupção, praticados pela gestão do então governador André Puccinelli, MDB (2007-2014), preso desde julho passado. A primeira fase da Lama Asfáltica ocorrera no meio do ano de 2015.

Além de Puccinelli, o filho André Júnior, e outras quatro pessoas que atuavam direta ou indiretamente na gestão do ex-governo também estão detidas.

Nesta fase, batizada de “Computadores de Lama”, deflagrada às 6h da manhã, os investigadores já prenderam ao menos quatro pessoas. Detalhes da operação serão anunciadas no prédio da superintendência da Polícia Federal, na Capital, às 10h. Sabe-se até agora que a PF investiga supostas irregularidades em contratos envolgendo o governo estadual e empresas que exploram serviços de informática.

Até agora,  a PF não informou o nome do conselheiro do TCE que tem o gabinete vistoriado.

Policiais federais também cumprem mandado de busca num condomínio de luxo, situado na Avenida Antônio Maria Coelho.

(Foto: André de Abreu)