Tribunal de Contas
(67) 99826-0686
Camara - marco

Plano nacional do PMDB poderá impulsionar candidatura de Nelson Trad

Eleição 2014

26 OUT 2013
Juliene Katayama
11h59min
Fabio Trad participou de reunião com Temer. Foto: Geovanni Gomes

O plano nacional do PMDB poderá reforçar a candidatura de Nelson Trad Filho (PMDB) ao governo do Estado no próximo ano. O objetivo do partido está focado em eleger deputados federais e senadores. Mas, para isso, é necessário ter candidatura própria nos estados.

O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), se reuniu com os líderes do PMDB no Congresso para discutir o plano eleitoral para o ano que vem. "O PMDB não se preocupa no número de governadores, o essencial é o número de deputados federais e senadores", disse o deputado federal Fabio Trad (PMDB) que participou da reunião.

Neste cenário, a pré-candidatura do ex-prefeito de Campo Grande que saiu com mais de 80% de aprovação do seu governo ganha musculatura. Planos como se aliar ao PT, PSDB e ao PR e deixar a candidatura própria estão praticamente descartados.

"Temer quer ganhar maior poder no Congresso, porque assim poderá dar força à base", explicou Fabio. Para ele, a estratégia poderá impulsionar a candidatura de Nelson Trad.

Aliança em risco - Fabio Trad disse ainda que o PMDB precisa discutir a aliança com PT. "A vinda de Lula e Dilma ao Estado para forçar uma aliança não foi bem vista pelas bases", afirmou o deputado. Segundo ele, em vários municípios, PT e PMDB são adversários políticos.

Na avaliação do parlamentar, o partido precisa antecipar as convenções para evitar que o PT sufoque o PMDB. "A corrente que discutir a reedição da aliança com a Dilma", pontuou.

Outro lado - Segundo Fabio Trad, a tentativa do PT em sufocar o PMDB nos Estados obriga o partido a formar outra aliança. "PT tentando sufocar o PMDB nos estados aumenta a chance de apoiar Eduardo Campos", disse.

"Não vamos aceitar uma ação monopolizadora", finalizou.

Veja também