Menu
Busca quarta, 29 de janeiro de 2020
Política

Por 60 a 19, Senado aprova texto-base da Reforma da Previdência

Economia com a previdência deve chegar a R$ 800 bilhões em dez anos

22 outubro 2019 - 19h16Por Thiago de Souza

O Senado Federal aprovou, por 60 votos contra 19, o texto-base da Reforma da Previdência, no início da noite desta terça-feira (22). O trâmite da PEC durou 245 dias entre Câmara e Senado.

Conforme o Correio Braziliense, a única abstenção foi do senador Rodrigo Pacheo (DEM-MG) que integra comitiva do presidente Bolsonaro à Asia e ao Oriente Médio.

Depois da aprovação do texto principal, os parlamentares passaram a votar os destaques indicados por deputados do PROS, PDT, PT  e REDE. ). Todos os destaques individuais haviam sido rejeitados pelo relator da reforma na Casa, Tasso Jereissati (PSDB-CE).

Economia

Ainda segundo o Correio, com o fim das votações do texto-base, o governo fechou a estimativa de economia com a reforma em R$ 800 bilhões na próxima década. Quando entregou a proposta ao Congresso, a equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro previa um impacto de R$ 1,072 trilhão em 10 anos — posteriormente, o valor foi corrigido para R$ 1,237 trilhão.

Mesmo com a expressiva redução de 35%, o potencial de economia estabelecido após o resultado da votação desta terça-feira é bem visto pelo Poder Executivo.