Menu
sábado, 19 de setembro de 2020
Política

Prédio do Congresso Nacional fica roxo para lembrar doenças raras

Enfermidade afeta ao menos 13 milhões de brasileiros, segundo Interfarma

13 maio 2019 - 09h13Por Celso Bejarano, de Brasília

Nesta semana (12 a 18 de maio), as duas torres do Senado e Câmara Federal ganham uma estampa diferente – serão iluminados na cor roxa, meio de solenizar, na próxima quarta-feira (15), o Dia Nacional das Mucupolissacaridoses, termo usado para enfermidades raras genéticas e também hereditárias, conjunto de doenças caracterizadas por difundir de geração em geração, ou seja, de pais a filhos.

A senadora Maria do Carmo Alves, do DEM do Sergipe, disse à Agência Câmara que “tal ação visa promover os direitos constitucionais das pessoas com doenças raras, além de orientar e conscientizar a sociedade e a classe médica sobre a existência destas doenças”. Ela é a autora da solicitação de mudança da iluminação, atendendo ao pedido do Instituto Vidas Raras.

Diz a agência que as mucopolissacaridoses impedem os indivíduos de produzirem normalmente enzimas essenciais aos processos químicos vitais. Conforme o Ministério da Saúde, os sintomas variam e podem comprometer ossos, articulações, vias respiratórias, sistema cardiovascular, além das funções cognitivas dos pacientes.

Ainda informou a agência que segundo dados da Organização Mundial de Saúde, divulgados pelo Ministério da Saúde, as enfermidades são consideradas doenças raras quando afetam até 65 pessoas a cada 100 mil indivíduos. Fatores genéticos respondem por 80% dos casos.

Estima-se, segue a Agência Senado, que haja em torno de 6 mil a 8 mil doenças raras no mundo, e a maioria não tem cura: em geral são crônicas, progressivas, degenerativas e podem levar à morte.

No entanto, um tratamento adequado é capaz de reduzir complicações e sintomas, assim como impedir o seu agravamento. No Brasil, cerca de 13 milhões de pessoas sofrem com algum tipo de doença rara, segundo informações da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma).

Leia Também

Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Polícia
Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Chuva pode dar as caras já neste sábado e no domingo em Campo Grande
Cidade Morena
Chuva pode dar as caras já neste sábado e no domingo em Campo Grande
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Geral
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar
Entrevistas
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar