(67) 99826-0686
Camara - marco

'Lei da Ficha Limpa depende da atuação dos cidadãos', diz presidente do TSE

Eficácia

9 NOV 2013
Juliene Katayama
16h46min
Foto: Divulgação/TSE

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE),  ministra Cármen Lúcia, afirmou que a efetividade das leis eleitorais, inclusive da Lei da Ficha Limpa, depende da atuação dos cidadãos. Segundo ela, não há como acabar com a corrupção apenas pela atuação do Estado.



Durante a abertura do seminário “Os Tribunais de Contas e a Justiça Eleitoral – Aplicação da Lei Complementar nº 135/2010”, na sexta-feira (08), a ministra ainda lembrou que “a luta para a aplicação da Lei da Ficha Limpa não foi fácil” e que todo mundo tem que fazer todo dia a sua parte no combate à corrupção eleitoral, “uma luta dura, difícil e permanente”. Para Cármen Lúcia, “a corrupção e as drogas são os dois principais problemas da humanidade atualmente”.



Ao final da palestra, a ministra afirmou que “a hora não é de reforma e sim de transformação radical no Poder Judiciário Brasileiro”. “O povo tem pressa da jurisdição e a administração pública ainda está no carimbo; um ofício leva às vezes 15 dias para sair”, disse.


Fonte: TSE

Veja também