Menu
terça, 07 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Política

Pressionado pelo PPS, Athayde lança pré-candidatura a prefeito de Campo Grande

14 maio 2016 - 11h12Por Airton Raes

Em cerimônia com mais de 300 pessoas, o PPS lançou na noite desta sexta-feira, 13 de maio, o nome do secretário de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação de Mato Grosso do Sul, Athayde Nery, como pré-candidato a prefeitura de Campo Grande. “O lançamento da pré-candidatura foi uma decisão do partido. Decidido coletivamente. Vamos conversar com os partidos para construir a candidatura. Também vamos dialogar com o governador Reinaldo Azambuja”, afirmou.

Athayde explicou que desde o final do ano passado o diretório municipal do PPS vem amadurecendo a ideia de candidatura própria. A pré-candidatura também segue orientação nacional de lançar candidaturas próprias nas Capitais o País para o fortalecimento do nome do senador Cristovão Buarque (PPS-DF) para disputar as eleições presidenciais em 2018.”O importante é pensar Campo Grande. É propor uma proposta de governo para Campo Grande. Nossa cidade está uma bagunça. E como um pai que ensina seu filho, não basta arrumar a bagunça. Precisamos mostrar para a população como não deixar mais as coisas como estão”, disse.

O PPS também apresentou no evento cinquenta pré-candidatos a vereador, sendo o principal nome a vereadora Luiza Ribeiro (PPS), que disputa a reeleição. “O partido decidiu pela candidatura própria. Vamos continuar o nosso trabalho e continuar lutando pelas nossas bandeiras”, afirmou Luiza.

De acordo com a lei eleitoral, o prazo para descompatibilização de secretários de Estado com interesse de disputar as eleições é 2 de junho. Athayde informou que vai deixar o comando da Secretaria de Cultura Empreendedorismo e Inovação, mas não é um rompimento com Governo. “Vamos dialogar com o governador Reinaldo Azambuja. Eleição é uma oportunidade para se debater propostas. A candidatura cria uma linha própria. Deve ser uma eleição de dois turnos, podemos definir depois qual projeto mais se assemelha ao nosso. O que pode ser feito para, inclusive, apresentar para a sociedade, em um momento de crise de representação no país, uma nova proposta”, disse.

Em 2012, Athayde Nery, então vereador em Campo Grande, desistiu da reeleição e lançou pré-candidatura própria do PPS, rompendo com o ex-prefeito Nelsinho Trad (PTB). Athayde aceitou coligar com Azambuja, sendo candidato a vice-prefeito na chapa. “Nós perdemos a eleição, mas plantamos uma semente, que foi a eleição do governador Reinaldo Azambuja”, destaca. A última vez que o PPS lançou candidatura própria foi em 2000 quando Carmelino Resende foi candidato a prefeito.