TJ BANNER JUNHO 2022
PREF MARACAJU JUNHO REFIS 2022
Menu
sábado, 25 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Política

PRIORIDADES: deputado quer criar dia de ‘clamar, jejuar e orar’ no Dia da Mentira

Projeto está em análise na ALMS; deputado também tem projeto para reduzir aluguel de igrejas fechadas na pandemia

16 abril 2020 - 13h00Por Diana Christie

Enquanto o Brasil está focado em ações para combater o novo coronavírus ou mitigar a crise econômica decorrente do necessário isolamento social, o deputado estadual Antonio Vaz (Republicanos) protocolou um Projeto de Lei inusitado. Ele quer instituir, anualmente, o dia 1º de abril para Clamar Jejuar e Orar.

Segundo a assessoria do deputado, “a data prevê um momento especial, na qual toda a comunidade cristã de todas as denominações estarão reunidas promovendo oração em conjunto, especificamente em favor do nosso Estado do Mato Grosso do Sul, e pelo nosso País”. Pena que coincide justamente com o popular Dia da Mentira.

A pauta segue para a análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR). Vaz explica que, se aprovado, o projeto inclui o Dia do Clamor, Jejum e Oração no calendário oficial de eventos do Estado como data comemorativa. “Meu objetivo é incentivar o encontro com Deus, mas respeitando que vivemos em um Estado Laico” comentou.

“A data tem o propósito de consolidar a totalidade das igrejas, com objetivo de unir a Comunidade Cristã em um coral de vidas e vozes enaltecendo o Magnífico nome do Deus Vivo, Onisciente, Onipresente e Onipotente, Criador dos Céus e da Terra”, afirma Vaz, através da assessoria.

É também do deputado projeto que abate do aluguel o valor proporcional aos dias que templos religiosos ficaram fechados. O texto segue em análise na Assembleia Legislativa.