(67) 99826-0686
IPVA

Processante decide adiar prazo para definir afastamento do Prefeito

Cassação

18 NOV 2013
Carlos Guessy
18h00min
Foto: Geovanni Gomes

Ao final da reunião realizada entre a Comissão Processante e a Procuradoria Jurídica da Câmara, a informação divulgada pelos membros foi de que houve uma ampliação do prazo e a resposta do afastamento do prefeito Alcides Bernal (PP) será revelada até a primeira semana de dezembro.

 

Segundo o relator, vereador Flávio César (PT do B), devido ao ineditismo da situação, os membros decidiram ter mais cautela para proferir uma resposta sobre o pedido protocolado pelos produtores Raimundo Nonato e Luiz Guimarães. "A questão não é tempo, é ter segurança do que estamos analisando. A sociedade e a imprensa estão ansiosas por uma resposta, por isso temos que ter muita responsabilidade", avaliou.

 

O presidente da comissão, Edil Albuquerque reforçou as palavras do relator. "Nós queremos dar segurança para todos, não vamos fazer nada impensado e nem empurraremos com a barriga", destacou.

 

De acordo com o grupo, a defesa do prefeito se baseou na lei orgânica do município. "Ele (Bernal) quase não se defendeu só usou a justificativa da lei municipal", afirmaram.

 

Para o vereador Alceu Bueno (PSL), o trabalho da comissão não foi prejudicado com a avaliação do pedido de afastamento. "Pelo contrário, nós ganhamos tempo para estudar melhor todo o processo".

 

A reunião foi realizada entre os vereadores Edil Albuquerque, Alceu Bueno, Flávio César e o procurador da câmara, Fernando Pineis.

Veja também