Menu
sexta, 18 de setembro de 2020
Política

Projeto do deputado Cabo Almi visa proteger a mulher em situação de risco

De acordo com o projeto, bares, casas noturnas e restaurantes poderão ser obrigados a adotarem medidas para auxiliar as mulheres que se sintam em situação de risco

08 maio 2019 - 14h07Por Da redação/Assessoria

O deputado Cabo Almi (PT), presidente da Comissão Permanente de Direitos da Mulher e Combate à Violência Doméstica e Familiar, apresentou hoje (8) o Projeto de Lei visando coibir violência contra mulheres, a partir de estabelecimentos comerciais no Estado de Mato Grosso do Sul.

Bares, casas noturnas e restaurantes poderão ser obrigados a adotarem medidas para auxiliar as mulheres que se sintam em situação de risco. É o que prevê Projeto de Lei apresentado na manhã desta quarta-feira (8), pelo deputado estadual Cabo Almi (PT). A matéria segue agora para a análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR). 

O projeto estabelece que a ajuda à mulher seja feita pela oferta de acompanhamento até o carro, outro meio de transporte ou comunicação à polícia. Os bares, casas noturnas e restaurantes deverão fixar cartazes nos banheiros, informando sobre a possibilidade do auxílio por parte do estabelecimento.

A proposição estabelece multas nos casos de infrações. “Nosso projeto é mais uma ferramenta para coibir o assédio e até mesmo a violência mais grave, o feminicídio. Somos o quinto País em morte violenta de mulheres no mundo. A cada duas horas uma mulher é assassinada. Nosso Estado apresenta elevados índices de violência contra a mulher. Todo esforço para reduzir esses números deve ser implantado”, destacou Cabo Almi.

Leia Também

Para Bolsonaro, 'quem fica em casa na pandemia é fraco'
Geral
Para Bolsonaro, 'quem fica em casa na pandemia é fraco'
Parque de esportes radicais promete ser referência e transformar Jardim Noroeste
Cidade Morena
Parque de esportes radicais promete ser referência e transformar Jardim Noroeste
'Menina moleca, alegre e sorridente', dizem amigos sobre jovem morta após aplicação estética
Geral
'Menina moleca, alegre e sorridente', dizem amigos sobre jovem morta após aplicação estética
Dourados está há cinco dias sem registrar mortes de moradores locais pela covid-19
Interior
Dourados está há cinco dias sem registrar mortes de moradores locais pela covid-19