Menu
quinta, 13 de agosto de 2020
Política

PSB adia acordo com Alckmin e quer lançar ator ao governo do Rio

Eleição 2014

26 outubro 2013 - 13h58Por Redação

De olho em dois dos maiores eleitorados do país, o presidente do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, quer jogar para o ano que vem a definição sobre uma aliança com o PSDB em São Paulo e articula uma candidatura "pop" no Rio.

O diretório paulista do partido defende o apoio à reeleição de Geraldo Alckmin de olho em ocupar a vaga de vice na chapa tucana, mas recebeu de Campos a orientação para tirar o pé do acelerador e só retomar em 2014.

No Rio, o governador sondou o ator Marcos Palmeira para disputar o Palácio da Guanabara. Seu objetivo é lançar um nome competitivo, novo e identificado com Marina Silva, popular na capital fluminense. Palmeira ajudou a Rede na coleta de assinaturas e filiou-se ao PSB quando a ex-senadora anunciou a sua adesão ao partido de Campos.

A reportagem procurou o ator, mas não teve resposta até a conclusão desta edição.

Eduardo Campos quer ter mais clareza sobre o cenário eleitoral antes de tomar uma decisão em São Paulo. Internamente, o temor é que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) desista de disputar o Palácio do Planalto, dando lugar ao tucano José Serra.

Fonte: Folhaonline

Leia Também

Morador de rua é achado morto em praça de Corumbá
Interior
Morador de rua é achado morto em praça de Corumbá
Dória garante que não vai usar cloroquina: ‘sigo a ciência e não Bolsonaro’
Geral
Dória garante que não vai usar cloroquina: ‘sigo a ciência e não Bolsonaro’
Saúde registra sete casos de covid em apenas um dia em Bonito
Interior
Saúde registra sete casos de covid em apenas um dia em Bonito
Mortes por covid no Brasil se mantêm acima de mil por dia
Geral
Mortes por covid no Brasil se mantêm acima de mil por dia