TCE MAIO
TJMS MAIO
Menu
segunda, 23 de maio de 2022 Campo Grande/MS
ASSEMBLEIA MAIO DE 2022
Política

Reinaldo elogia nomeação de Tereza Cristina para ministério da Agricultura: 'Mais capacitada'

Ele acrescentou que parlamentar se destacou pela defesa do homem do campo

07 novembro 2018 - 18h39Por Thiago de Souza com assessoria

O governador Reinaldo Azambuja recebeu com otimismo a confirmação, pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), da deputada federal Tereza Cristina (DEM) para o cargo de ministra da Agricultura.

''Sem dúvida nenhuma, é a pessoa mais capacitada no Brasil para assumir um Ministério que utiliza tecnologia de ponta para o desenvolvimento do País. Não só o Brasil, mas também Mato Grosso do Sul, vai colher bons frutos com o trabalho dessa grande liderança do setor rural'', afirmou o governador que coincidentemente está em Brasília para discutir com a bancada federal e o Governo Federal recursos para o Estado.

Reinaldo ainda destacou que a parlamentar se notabilizou, em nível nacional, pela defesa intransigente do homem do campo.

''Ela é uma das principais lideranças do setor rural no país e com certeza vai contribuir muito para o desenvolvimento de um setor que tem segurado a economia do nosso País'', comentou.

Tereza Cristina foi indicada pela Frente Parlamentar Mista da Agropecuária (FPA), grupo que reúne mais de 200 parlamentares do setor rural. Ela é presidente da Frente e como deputada federal por Mato Grosso do Sul, sempre comandou as grandes discussões nacionais na área da agricultura.

O governador recebeu a notícia da confirmação de Tereza Cristina no final da tarde. Reinaldo Azambuja passou boa parte desta quarta-feira (7.11) em Brasília conversando com parlamentares e integrantes do novo governo federal sobre recursos para Mato Grosso do Sul.

No próximo dia 14, ele participa de reunião de governadores com o presidente eleito Jair Bolsonaro. Entre os assuntos que ele pretende tratar está a questão da segurança na fronteira e projetos de desenvolvimento como as rotas Transoceânica e Bioceânica e a revitalização da Malha Oeste.