TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
domingo, 26 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Política

Deputados devem abraçar 'pacotão de maldades' do Governo, mas se calam sobre denúncias

Secretário de Governo esteve na Assembleia Legislativa para explicar projeto de lei

22 fevereiro 2017 - 15h15Por Airton Raes e Dany Nascimento
Deputados devem abraçar 'pacotão de maldades' do Governo, mas se calam sobre denúncias

O secretário estadual de Governo, Eduardo Riedel, esteve reunido com os deputados estaduais na manhã desta quarta-feira, 22 de fevereiro, para explicar sobre o projeto de reforma administrativa do Governo do Estado enviado pelo poder executivo. Entre os servidores e sindicato, as medidas, como corte em número de funcionários e aumento na contribuição previdenciária, já são chamadas de 'pacotão de maldades'.

“Existe um consenso entre os parlamentares para aprovação do projeto. Não existe turbulências sobre as mudanças”, afirmou.

Apesar do projeto estar tramitando em regime de urgência, Riedel afirmou que não foi solicitada uma data limite para aprovação da proposta. “Vamos deixar pro conta dos deputados. É uma discussão que tem que ocorrer dentro da Assembleia e os deputados que terão que deliberar”, afirmou.

No projeto de lei, o governo do Estado irá reduzir de 13 secretarias para 11 pastas, extinguindo a secretaria da Casa Civil, secretaria de Habitação e secretaria de Agricultura familiar.   A intenção do Governo é economizar R$ 134 milhões por ano. 

Porém, a Assembleia Legislativa vem se caracterizando neste ano por não questionar denúncias feitas contra o Governo do Estado, como por exemplo investigações de nepotismo realizadas pelo Ministério Público Estadual. Sobre suposto 'vídeo bomba' então, nem uma palavra.