TCE JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
terça, 28 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Política

Rinaldo Enaltece o Dia Nacional da Adoção

Deputado é pai adotivo de uma menina de 12 anos

25 maio 2022 - 21h07Por Elizeu Ribeiro

Na data em que comemora-se o Dia Nacional da Adoção, o deputado estadual Rinaldo Modesto (Podemos), usou a tribuna da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, nesta quarta-feira (25), para destacar a importância do gesto. “A adoção é um gesto de amor maior: você decide amar alguém. É um amor imensurável ser pai, eu sou de cinco filhos e não tem diferença nenhuma entre eles”. Rinaldo é pai adotivo da Lorena, de 12 anos.

Ele citou falas dos idealizadores do Projeto Dar a Luz, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, na Vara da Infância de Campo Grande, que oferece um serviço de acolhimento, apoio e orientação às mulheres/mães que desejam entregar seus filhos em adoção, favorecendo a reflexão sobre o processo de decisão e sobre a importância da entrega responsável.

“Os idealizadores perceberam que há muito abandono por mulheres que não sabem que encaminhar para a adoção não é crime. As variedades de motivos para não assumir a criança são inúmeras e, às vezes, até incompreendidas por alguns, mas quantas famílias são felizes porque tiveram seus filhos por meio da adoção? Hoje eu já sou avô. E ser pai é incrível. Quanto a adoção, só vivendo para você ver esse amor imensurável. Você escolhe amar”, explicou Rinaldo.

O deputado citou a psicóloga do projeto que ressalta justamente o fato de que se não fossem as mães doando, não teriam pais adotivos sendo tão felizes com a possibilidade de construir uma família. “Tem pessoas que questionam como adotar sem conhecer as origens ou citando casos problemáticos. Mas quantas famílias estruturadas também não passam por problemas com seus filhos biológicos? Outros também citam a questão financeira, mas o projeto deixa bem claro, que a condição financeira não é o item nº 1 para adotar alguém. O que falta hoje não é dinheiro, é amor. Por isso eu parabenizo todos os pais que passaram a ser pais adotivos”, comemorou Rinaldo.

Adoção - Em território sul-mato-grossense, o Tribunal de Justiça Estadual divulgou essa semana que em 2022 um total de 242 pretendentes estão habilitados para adoção e todos estão cadastrados no Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento (SNA). Nas instituições de acolhimento no Estado e sob o cuidado de famílias acolhedoras estão 653 crianças e adolescentes acolhidos, porém, destas, somente 83 estão aptas para adoção. Para adotar, é preciso participar do Curso de Preparação à Adoção.