TCE MAIO
(67) 99826-0686

Se Marquinhos quiser eu faço parte da administração, diz Alcides Bernal

Prefeito disse que acredita na vitória de Marquinhos Trad nas eleições

26 OUT 2016
Rodson Willyams
11h10min
Foto: Geovanni Gomes

O prefeito Alcides Bernal, do PP, afirmou, durante agenda realizada na manhã desta quarta-feira (26), que, de início, não deve participar do governo de Marquinhos Trad, do PSD, caso ele seja eleito no próximo domingo (30). Porém, não descarta a possibilidade se receber um convite de Marquinhos.

"Não quero cargo nenhum, não vou participar do governo dele, a não ser que nós façamos isso depois das eleições. Se ele tiver interesse em contar com o Partido Progressista, poderá sentar e conversar", afirmou o prefeito.

Ao ser questionado se chegou a garantir 'algumas secretaria' como parte do compromisso para apoio no segundo turno, Bernal afirma que não. "O meu compromisso é político, programático e republicano. Não fiz compromisso com cargos e nem quero".

Bernal explicou que o compromisso neste segundo turno com Marquinhos foi outro. "O compromisso que ele fez com a sociedade e comigo é de não permitir que nenhuma pessoa envolvida em crimes, que são de conhecimento público, participe de seu governo. E claro, de dar continuidade ao trabalho que estamos fazendo". O prefeito, porém, não fala de Nelson Trad Filho (PTB), irmão e apoiador de Marquinhos, e denunciado na Coffee Break, por exemplo.

O prefeito ainda afirmou que está confiante na vitória de Marquinhos no próximo domingo. "Estou confiante e acho que ele vai ganhar"

Reinaldo Azambuja

Alcides Bernal ainda afirmou que algumas afirmações feitas em programa eleitorais tucanas não são verdadeiras. "Levei para o Reinaldo 60 projetos de obra, pavimentação e recuperação asfáltica. Daí ele e ela (Rose Modesto) saem dizendo que nunca, isso é mentira"

E ainda continuou: "dei todo o apoio para fazer a Caravana da Saúde para ela acontecer. Então, é lamentável que nessas eleições de 2016, haver uma campanha difamatória e mentirosa. Deus é maior".

Bernal encerra, "não podemos permitir que alguém que usou tanta mentira para enganar a população, trazendo atores de fora para dizer que era campo-grandense, reclamando, fazendo afirmações mentirosas, possa ganhar".

Veja também