Menu
quinta, 26 de novembro de 2020
Política

Sem projeto do Executivo, tarifa poderá subir para R$ 2,90

Aumento

11 dezembro 2013 - 11h45Por Juliene Katayama

A vereadora Grazielle Machado (PR) cobrou do prefeito Alcides Bernal (PP) o envio do projeto para a isenção do ISS (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza) para o transporte coletivo para o ano de 2014. O projeto vai garantir a redução da tarifa em R$ 2,70. Se não enviarem o projeto, a tarifa custará R$ 2,90.

Em outubro deste ano, a prefeitura decidiu reduzir a tarifa de ônibus de R$ 2,75 para R$ 2,70 com a isenção do ISS para o transporte coletivo em 100%. Essa exoneração representa prejuízo aos cofres públicos de R$ 8 milhões ao ano. Para garantir a exoneração do imposto, a prefeitura tem de apresentar o projeto para compensar a queda de arrecadação. Os meses de novembro e dezembro deste ano, a compensação foi feita com recurso da reserva de contingência.

Já para o próximo ano, a administração municipal terá de apresentar um projeto de compensação do ISS. Se não for apresentado a tempo de srr aprovado esta ano, a tarifa irá para R$ 2,90, valor com reajuste.


Segundo a vereadora, o projeto não foi protocolado em nenhum lugar. "Não está na Casa porque já conversei com o presidente. Também não foi protocolizado na Comissão de Constituição e Justiça e Comissão de Finanças e Orçamento", afirmou Grazielle.

Leia Também

Mãe e bebê de dois meses morrem após carro bater em coqueiro em Bonito
Interior
Mãe e bebê de dois meses morrem após carro bater em coqueiro em Bonito
Tumor retirado da cabeça de prefeito de Coxim é benigno, dizem médicos
Interior
Tumor retirado da cabeça de prefeito de Coxim é benigno, dizem médicos
Presidente da Fundação Palmares ataca: 'morto no Carrefour não era preto honrado'
Geral
Presidente da Fundação Palmares ataca: 'morto no Carrefour não era preto honrado'
Brasil tem 654 mortes por covid em 24h, diz Ministério da Saúde
Geral
Brasil tem 654 mortes por covid em 24h, diz Ministério da Saúde