Menu
Busca quinta, 02 de julho de 2020
ALMS
Política

Sessão para cassar Cunha dura 13 minutos e é suspensa por 1 hora

Presidente Rodrigo Maia vai aguardar 400 parlamentares para iniciar o processo

12 setembro 2016 - 18h38Por Thiago de Souza

A sessão que vai definir o futuro do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB), transcorreu por apenas 13 minutos, na Câmara dos Deputados, e já foi suspensa por 1 hora. Segundo o presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia (DEM/RJ), o combinado entre os partidos para dar início a sessão era a presença de 400 deputados, e até o momento havia apenas 257. 

O número de parlamentares na casa já seria suficiente para abrir o processo de votação, já que são necessários 257 votos para destituir o mandato de Cunha, mas como houve pedido de deputados para que os demais colegas tenham tempo de chegar ao plenário, o trabalho foi suspenso.

O agendamento da sessão para esta segunda-feira não agradou diversos parlamentares, há que segunda-feira habitualmente não há sessões na Câmara e que o país está em meio a eleições municipais. A sessão começou pontualmente às 18h (MS). 

 

Leia Também

Se desrespeito com toque de recolher continuar, medidas radicais serão tomadas, garante prefeito
Cidade Morena
Se desrespeito com toque de recolher continuar, medidas radicais serão tomadas, garante prefeito
Taxa de letalidade do coronavírus é satisfatória diante do cenário nacional, pontua Trad
Cidade Morena
Taxa de letalidade do coronavírus é satisfatória diante do cenário nacional, pontua Trad
Brasil ultrapassa 61 mil mortes por covid-19
Saúde
Brasil ultrapassa 61 mil mortes por covid-19
VÍDEO: dizendo ser "serva de Deus", mulher agride trabalhador homossexual em rodoviária
Geral
VÍDEO: dizendo ser "serva de Deus", mulher agride trabalhador homossexual em rodoviária