TCE JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
segunda, 27 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Política

Silêncio de Bolsonaro coloca parlamentares do PSL de MS na 'fogueira santa'

Pelas redes sociais, parlamentares são cobrados pela decisão de ir à China

22 janeiro 2019 - 17h00Por Rodson Willyams

O silêncio do presidente Jair Bolsonaro e de Brasília (DF) têm deixado os parlamentares que foram à China extremamente irritados, segundo a Folha de São Paulo. As discussões entre os parlamentares é grande lá no exterior, principalmente, no hotel luxuoso em que estão hospedados.

A comitiva formada por senadores e deputados federais, entre eles, Soraya Thronicke e Loester Souza, o Tio Trutis, estão no grupo dos 12 novatos dos 17 parlamentares que foram ao país com todas as despesas pagas. Caso gerou crise no governo de Bolsonaro.

Segundo a publicação paulista, desde que o jornalista e 'guru' de Bolsonaro, Olavo de Carvalho, chamou os parlamentares de 'analfabetos funcionais' e 'caipiras' por entregarem o 'Brasil à China', os parlamentares não tiveram mais paz.

Durante o dia, os parlamentares se dividem entre palestras com empresários e autoridades chinesas e, à noite, manhã no Brasil, os integrantes são obrigados a ficarem acompanhando as notícias sobre o assunto.

O correspondente da Folha, que está no mesmo local que os parlamentares, informou que o desgaste entre os membros é grande, sendo que muitos saíram até de grupos ligados ao partido após serem alvos de ataques, incluindo 'fogo amigo'. Lá, no saguão do hotel luxuoso que estão hospedados, há discussões constantes entre o grupo.

A principal irritação dos parlamentares é que esperavam que o presidente Jair Bolsonaro saísse em defesa do grupo, porém, não foi o que aconteceu. O silêncio de Brasília também incomodou o grupo novato. Nem a embaixada do Brasil na China se pronunciou sobre a presença dos parlamentares.

O próprio presidente ficou surpreso ao saber que o grupo foi pra lá, o que gerou mais uma instabilidade em seu governo, além das crises que vem enfrentando internamente.

Regionalmente, tanto Soraya quanto Tio Trutis têm procurado se defenderem dos ataques pelas redes sociais, porém, lá mesmos os seus seguidores rejeitaram a iniciativa e muitos se mostraram decepcionados pela atitudes dos parlamentares. Por lá, a questão ideológica com os chineses é o que mais pesa.