Menu
domingo, 09 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Política

Só Alegria: prefeito diz que reconhecimento nacional é fruto do trabalho em equipe

Marquinhos afirmou que destaque no País poderá ser positivo em captação de recursos federais

02 janeiro 2020 - 18h10Por Rayani Santa Cruz

Após levantamento nacional que o indicou entre os prefeitos que mais cumpriram promessas de campanha de todo o Brasil, Marquinhos Trad (PSD) promoveu reunião com todos os secretários e posteriormente coletiva de imprensa nesta quinta-feira (2).

Trad era só alegria e destacou o posicionamento positivo a nível nacional com quase 80% de promessas cumpridas. Ele reconheceu o trabalho em equipe e citou que graças aos gestores das pastas, trabalho técnico, planejado e integral foi possível cumprir 32 das 45 promessas de campanha. 

“Recebemos com alegria o percentual [da pesquisa G1 nacional] de gestor com metas cumpridas e isso tem de ser valorizado”, destacou o prefeito que também comentou que o resultado é fruto de competência técnica, foco e ação, e não só planejamento. 

“Se você não estabelecer diretrizes não tem como resolver. Tivemos que ter muito comprometimento, superando as adversidades econômicas e obstáculos”, diz.

Marquinhos citou obras entregues na gestão e indicou que com o reconhecimento nacional Campo Grande terá mais visibilidade frente ao governo federal.

“Hoje, a nossa cidade voltou a ter respeito a nível federal e isso facilita a viabilidade de recursos [federais] pra cá”, finalizou

 

Leia Também

Brasil registra 572 novas mortes por covid-19 em 24 horas
Saúde
Brasil registra 572 novas mortes por covid-19 em 24 horas
Dia dos Pais: ‘Ramão véio’ é lenda viva na família Santa Cruz
Algo mais
Dia dos Pais: ‘Ramão véio’ é lenda viva na família Santa Cruz
Brasil tem 572 mortes por covid em 24 horas e total vai a 101.049 neste domingo
Geral
Brasil tem 572 mortes por covid em 24 horas e total vai a 101.049 neste domingo
Baiano, o 'pipoqueiro do Auxiliadora', perde a luta contra a covid aos 89 anos
In Memoriam
Baiano, o 'pipoqueiro do Auxiliadora', perde a luta contra a covid aos 89 anos