Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
camara municipal
Política

Tarso Genro diz que Senado deve votar em 15 dias reestruturação de dívidas dos estados

Promessa

30 outubro 2013 - 14h32Por Redação

Depois de uma audiência com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), em Brasília, o governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, e alguns parlamentares gaúchos da Câmara e do Senado saíram com a promessa de que o projeto de lei complementar será votado em até 15 dias. A medida muda o índice de correção das dívidas de Estados, do Distrito Federal e de municípios com a União.

Pelo texto, as dívidas passam a ser corrigidas pela taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 9,5% ao ano, ou pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) mais 4% ao ano – o que for menor.

A proposta já foi encaminhada às comissões de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e de Assuntos Econômicos (CAE) onde será votada em sessão conjunta e encaminhado ao plenário. Segundo o governador Tarso Genro, além de reestruturar a dívida dos estados a matéria é um marco histórico. Ele destacou ainda que a medida resolverá os problemas causados pelo endividamento de longo prazo e ajudará a diminuir a dívida no futuro.

Considerada fundamental para resolver problemas estruturais da economia de vários estados, segundo o secretário da Fazenda do Rio Grande do Sul, Odir Tonollier, só naquele estado, são mais de R$ 1 bilhão por ano que o estado deixará de pagar ou que seriam agregados ao estoque da dívida de R$ 42 bilhões com o governo federal.

Fonte: Agência Brasil

Leia Também

Mesmo aposentado, idoso que morreu carbonizado mantinha rotina de trabalho
Cidades
Mesmo aposentado, idoso que morreu carbonizado mantinha rotina de trabalho
Brasil tem 24.945 mortes pelo coronavírus
Saúde
Brasil tem 24.945 mortes pelo coronavírus
Youtuber devolve criança autista adotada
Geral
Youtuber devolve criança autista adotada
Parceria com BNDES pode garantir novos investimentos no sistema de abastecimento de água em MS
Cidades
Parceria com BNDES pode garantir novos investimentos no sistema de abastecimento de água em MS