Menu
segunda, 28 de setembro de 2020
Política

BEM NA FITA: Tereza Cristina é a ministra de Bolsonaro com maior prestígio entre líderes partidários

Levantamento diz que a ministra supera nota de todos ministros e, inclusive, do presidente

13 abril 2019 - 13h30Por Celso Bejarano. de Brasília

A ministra Tereza Cristina (Agricultura), sul-mato-grossense, foi a mais bem avaliada no governo de Jair Bolsonaro, numa pesquisa apurada pelo Painel do Poder, publicada no Congresso em Foco. Ela aparece à frente do próprio presidente.

O estudo envolveu os líderes do Congresso Nacional. A eles foi proposto dar uma nota, que ia de um a cinco, para Bolsonaro e seus 12 ministros.

Tereza conquistou 3,3, marca maior entre os ministros do presidente. E Bolsonaro atingiu 2,5, isto é, ele foi “aprovado” apenas pela metade dos entrevistados.

Luiz Henrique Mandetta, ministro da Saúde, outro sul-mato-grossense, também apareceu bem na pesquisa. A nota conquistada por ele foi 3,0, desempenho igual ao dos ministros Sérgio Moro (Justiça) e Augusto Heleno (Segurança Institucional).

Ministro Mandetta - Foto: Wesley Ortiz

O TopMidianews acompanhou, nos últimos 15 dias, duas audiências com Mandetta em comissões promovidas na Câmara dos Deputados e no Senado. Nas duas ocasiões, as salas ficaram pequenas diante do número de pessoas que foram lá ouvir o ministro, elogiado depois por parlamentares que o sabatinaram.

MAIS NOTAS

Na pesquisa do Painel do Poder, que conferiu a nota de 2,5 para Bolsonaro, o vice-presidente Hamilton Mourão, o general, ficou com 2,9. Ou seja, os líderes partidários mostraram-se mais empáticos ao vice do que ao presidente.

Ainda segunda a pesquisa, Osmar Terra (ministro da Cidadania) e Paulo Guedes, (ministro da Economia), também ficaram com a nota 2,9.

Guedes é quem conduz a principal propaganda da gestão Bolsonaro, a reforma da Previdência, debatida à exaustão nas duas últimas semanas no Congresso Nacional.

Nesta semana, em audiência na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, Guedes saiu de lá antes da hora, depois de ser chamado de 'tchutchuca' por um dos deputados que questionava o ministro sobre pontos da reforma.

Ele esbravejou e soltou palavrões: “tchutchuca é a mãe, é a sua avó”. Antes, o deputado Federal Zeca Dirceu (PT-PR) disse que o ministro era “tigrão” com os aposentados, idosos de baixa renda e agricultores, no entanto, “tchutchuca” com pessoas privilegiadas.

Ainda conforme a pesquisa que avaliou Bolsonaro e seus ministros, Azevedo e Silva (ministro da Defesa) alcançou a nota de 2,7; Onix Lorenzoni (Casa Civil) e Ricardo Salles (Meio Ambiente), ficaram com 2,3 de nota.

A Damares Alves, (Direitos Humanos), foi conferida a marca de 2,2; Ernesto Araújo (Relações Exteriores), 2,1.

O lanterna do levantamento foi Ricardo Vélez (ex-ministro da Educação), cuja nota foi de 1,8. Ele foi exonerado após a divulgação da pesquisa. 

CREDIBILIDADE

Congresso em Foco, que publicou a pesquisa indicando que Tereza é de maior prestígio entre os líderes partidários, em Brasília, é um veículo jornalístico que faz uma cobertura apartidária do Congresso Nacional e dos principais fatos políticos com o objetivo de auxiliar o (e)leitor a acompanhar o desempenho dos representantes eleitos.

Leia Também

Campo Grande e 29 cidades recebem alerta de tempestades nesta segunda-feira
Cidades
Campo Grande e 29 cidades recebem alerta de tempestades nesta segunda-feira
Combate às queimadas no Pantanal ganha reforço de 120 brigadistas e bombeiros
Cidades
Combate às queimadas no Pantanal ganha reforço de 120 brigadistas e bombeiros
Força-tarefa faz devassa em lojas 'xing ling' e flagra 'show de riscos' ao consumidor na Capital
Cidade Morena
Força-tarefa faz devassa em lojas 'xing ling' e flagra 'show de riscos' ao consumidor na Capital
Corpo de bebê que caiu no Rio Paraguai é encontrado pelos bombeiros
Interior
Corpo de bebê que caiu no Rio Paraguai é encontrado pelos bombeiros