Menu
sábado, 26 de setembro de 2020
Política

TRE julga cassação da prefeita de Miranda no próximo dia 8

Demora no julgamento da cassação tem causado estranheza nas lideranças políticas da região; acusados afirmam que, mesmo cassados, não sairão do cargo

04 abril 2019 - 09h49Por Da redação/Assessoria

O TRE marcou o julgamento da cassação do mandato da prefeita de Miranda, Marlene Bossay, para a sessão da próxima segunda-feira (8). A prefeita teve seu mandato cassado, por compra de votos, logo após as eleições de 2016 e desde então vem recorrendo da sentença.

A conclusão do julgamento já foi adiada por 6 vezes, sendo que por duas foi após pedidos de vista dos desembargadores.

Essa demora no julgamento da cassação tem causado estranheza em algumas lideranças políticas da região, especialmente pelas conversas que circulam na cidade que dizem que os acusados afirmam categoricamente que, mesmo cassados em primeira instância, não sairão do cargo.

Entenda o caso

O filho da então candidata a prefeita, Alexandre Bossay, foi flagrado e preso em flagrante quando entregava cestas básicas na aldeia Lalima.  A polícia interceptou vários tickets em postos de combustíveis que eram repassados a eleitores.

O filho da prefeita também é acusado de comprar votos de jovens por meio de depósito bancario. Essa compra foi comprovada por meio de conversas em aplicativo de celular entre o filho da prefeita e o jovem que recebeu o dinheiro.

O Alexandre inclusive enviou foto do comprovante do depósito feito ao rapaz e frisou " não esquece, é Marlene 15 e Ivanzinho 15000". São dois recursos que estão sendo julgados RE 55741 e RE 55911. Os dois tratam dos processos da cassação dos mandatos e dos diplomas por acusação de captação ilícita de sufrágio.

Leia Também

Vizinho esquece portão aberto, 'Spike' desaparece e menina de sete anos está desesperada
Cidades
Vizinho esquece portão aberto, 'Spike' desaparece e menina de sete anos está desesperada
Guarda cumpre mandado e prende ‘Maldita’ durante festa na Cachoeirinha
Interior
Guarda cumpre mandado e prende ‘Maldita’ durante festa na Cachoeirinha
MS antes e depois da pandemia mostra desastre humanitário
Cidades
MS antes e depois da pandemia mostra desastre humanitário
Após vigílias em frente a hospital, família celebra 'milagre' por homem que caiu do telhado
Interior
Após vigílias em frente a hospital, família celebra 'milagre' por homem que caiu do telhado