TCE Novembro
Menu
domingo, 05 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Política

TRE nega pedido para suspender campanha eleitoral de Delcídio

Solicitação foi feita pelo Ministério Público Eleitoral por meio da Procuradoria Eleitoral

26 setembro 2018 - 09h27Por Rodson Willyams

A juíza eleitoral Elizabete Anache indeferiu o pedido de tutela antecipada para suspender os atos de campanha de Delcídio do Amaral (PTC), candidato ao Senado. O pedido foi solicitado pelo Ministério Público Eleitoral por meio da Procuradoria Eleitoral.

“Apresentamos todos os documentos solicitados e minha candidatura segue. O que queriam era que eu não tivesse direito a usar o horário eleitoral. Logo eu, que tenho cinco segundos?”, questiona Delcídio sobre o tempo de propaganda eleitoral que seu partido tem para TV e rádio.

Para o candidato, essa é uma importante vitória. “Já provei minha inocência no processo de obstrução de justiça e fui absolvido”, afirma sobre sua candidatura. “Aos 45 do segundo tempo com a cara e a coragem, com o chão para percorrer e um Mato Grosso do Sul para reconquistar”, disse.

A decisão foi publicada nesta terça-feira (25) e, segundo a assessoria jurídica de Delcidio, não há nenhuma pendência de documentação junto ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral) e sua cassação será revertida pelo esvaziamento da motivação após a absolvição do ex-parlamentar no processo criminal.