(67) 99826-0686
Origem - entregas

Três deputados de MS votam contra Moro e tiram Coaf da Justiça

Beto, Bia e Vander ajudaram a reduzir os poderes do ex-juiz federal

23 MAI 2019
Celso Bejarano, de Brasília
09h11min
Os três deputados de MS, Beto, Bia e Vander Foto: André de Abreu e Wesley Ortiz

Três dos oito deputados federais de Mato Grosso do Sul ajudaram a tirar do ministro Sérgio Moro (Justiça) o Coaf (Controle de Atividades Financeiras. Agora, o órgão fiscalizador fica sob o domínio do ministério da Economia).

O deputado federal Beto Pereira (PSDB), inclusive fez discurso pela retirada do Coaf do ministério da Justiça. Além dele votaram pela retirada os parlamentares Bia Cavassa, também do PSDB e Vander Loubet, do PT.

A mudança foi definida por 18 votos. Duzentos e vinte e oito parlamentares quiseram o Coaf com o ministério da Economia; 210 deputados tentaram manter o Coaf na pasta chefiada por Moro.

Criado de 1998, 19 anos atrás, o Coaf, órgão de inteligência financeira, sempre que vê indícios de lavagem financeira, ou outro crime financeiro, passa os dados para o Ministério Público e também para o Polícia Federal.

Desde janeiro deste ano, o Coaf era ligado ao Ministério da Justiça por determinação do presidente Jair Bolsonaro.
 

Veja também