TCE MAIO
(67) 99826-0686

'Vamos falar sobre 2014 porque ninguém é de ferro', afimou Delcídio em reunião com PSD

Eleições 2014

21 FEV 2014
Vanessa Ricarte
07h00min
Delcídio do Amaral e Antônio João, presidente regional do PSD. Foto: Geovanni Gomes

No final da tarde de ontem (20), o senador e pré-candidato ao Governo de MS, Delcídio do Amaral (PT) veio de Brasília e se encontrou com lideranças do PSD no diretório do partido em reunião para definir uma possível aliança entre PT e PSD diante das eleições para 2014 no estado.

Na ocasião, Delcídio afirmou que seria "um encontro amistoso, tranquilo e sereno pra gente trocar ideias e falar de futuro". O presidente regional do PSD, Antonio João Hugo Rodrigues, juntamente com os vereadores Chiquinho Telles, Junior Coringa Das Moreninhas e Delei Pinheiro atenderam o senador. "Teremos uma conversa com os vereadores, com o presidente do partido e aproveitar também o interesse que a gente tem de trabalhar junto com o PSD", afirmou o pré-candidato ao Governo de MS.

Questionado sobre a importância do Partido Social Democrático em sua coligação, Delcídio disse que tem grande interesse, já que será uma das colunas vertebrais em sua candidatura. "O PSD é um partido fundamental porque estamos buscando uma aliança de centro-esquerda. É importante não só pelo representa em MS, bem como no Congresso Nacional e pela ligação que tem com Antônio João e o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab."

Conflito de interesses na Capital - Apesar do PSD manter-se firme em oposição ao prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), Delcídio garante que tal posicionamento não afetará seu relacionamento com o Social Democrático em seu projeto de governo. "Eu faço política com muitos vereadores que são oposição. Aqui é uma discussão por Campo Grande. O PSD já assumiu uma posição clara com relação à postura do partido dentro da Câmara, mas tem muito mais coisas pra fazer não só pela Capital. Todo mundo quer trabalhar por Campo Grande e discutir um projeto para o estado também, isso é natural da política. Quero estar junto ao PSD a não ser que o PSD não me queira, mas estou aqui paquerando",  pontuou.

Delcídio também manteve a postura que defendeu durante a Showtec - feira de tecnologia em agronegócios que aconteceu no início deste ano em Maracaju - a respeito de replicar a aliança nacional para a estadual. "Estamos conversando com o PSD, PSDB, PDT, PR e essa é a intenção: repercutir aqui a aliança presidencial."

O pré-candidato ao governo afirmou que ainda não definiu o vice de sua candidatura, porém assegurou que já está em articulação. "O vice vai ser uma consequência das alianças que vamos construir. O PSD tem tudo pra dar um vice, com quadros ótimos e candidatos fortes para a Assembleia e Câmara Federal. Vamos trabalhar em harmonia e construir um bom projeto que nos leve a uma disputa boa importante para que a população compreenda qual é o melhor projeto para Mato Grosso do Sul."

Delcídio do Amaral e Antônio João, presidente regional do PSD. Foto: Geovanni Gomes
Delcídio do Amaral e Antônio João, presidente regional do PSD. Foto: Geovanni Gomes
Delcídio do Amaral e Antônio João, presidente regional do PSD. Foto: Geovanni GomesVereadores do PSD com Delcídio do Amaral. Foto: Geovanni Gomes

Veja também