Menu
sábado, 27 de novembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Política

VÍDEO: leitor registra chegada da PF em suposta central de fake news da campanha de Odilon

Oficiais de justiça recolheram material de duas residências no centro de Campo Grande

19 outubro 2018 - 19h12Por Thiago de Souza

Leitor do TopMídiaNews registrou em vídeo o momento em que a Polícia Federal chegou a uma residência suspeita de ser uma central de produção de fake news, ligada à campanha de Odilon de Oliveira (PDT), em Campo Grande. Os agentes garantiram a segurança do oficial de justiça que foi cumprir mandado de busca e apreensão no local.

O mandado judicial foi expedido pelo juiz eleitoral Paulo Afonso de Oliveira, da 8ª Zona Eleitoral da Capital. Os alvos são duas residências do coordenador de campanha do pedetista, Julio Cabral, no centro da Capital. Uma fica na rua 14 de Julho e outra na rua Antonina de Castro Vieira.

O magistrado destacou que a denúncia não possui provas, mas é dever da Justiça Eleitoral averiguar com seu poder de polícia, por isso aceitou mandado de busca e apreensão no local. Segundo a coligação, Cabral estaria produzindo notícias falsas e enviando para outras pessoas para a distribuição nas redes sociais.

A denúncia de produção de notícias falsas partiu da coligação ''Avançar com Responsabilidade'', encabeçada pelo PSDB, partido do governador e candidato à reeleição, Reinaldo Azambuja.

Outro lado

A campanha de Odilon de Oliveira esclareceu, no fim da tarde desta sexta-feira (19), que não houve nenhum tipo de busca e apreensão em comitês utilizados pela Coligação Esperança e Mudança.

''Houve uma busca e apreensão em local comercial de um dos envolvidos em nossos trabalhos de comunicação. No entanto, nunca houve nenhum tipo de ordem ou orientação por parte da coordenação de campanha para qualquer tipo de ofensa a imagem aos participantes do pleito'', trouxe a publicação.

No texto, o pedetista diz que é ele que sofre constantemente vítima de apontamentos, chacotas e montagens ligando o nome dele a fatos não verdadeiros.