TJMS dezembro
Menu
Busca terça, 10 de dezembro de 2019
Repórter Top

Queimadas de lixo diárias 'infernizam' moradores de condomínio na Interlagos

Fumaça invada apartamentos em uma época onde a umidade do ar chega a 30%

08 junho 2019 - 11h30Por Thiago de Souza

Leitora do TopMídiaNews denuncia queima de lixo, quase que diariamente, na região da avenida Interlagos, próximo da rotatória com a Gury Marques, na vila Doutor Albuquerque, em Campo Grande. A fumaça causa transtornos e invade apartamentos de um condomínio próximo.

A denunciante atribui a queima a um comércio na região e diz que o fogo é colocado sempre por volta das 13h e 14h. Nessa época do ano, a umidade relativa do ar mínima chega a ficar em 30%, nível próximo ao de alerta, segundo a Organização Mundial da Saúde.  

Em contato com o estabelecimento comercial, o filho do proprietário negou que seja no terreno dele e apontou uma área atrás da residência dele como sendo o foco das queimadas.

''Aqui tem um monte de 'noiado', umas boquinhas de fumo e aí eles queimam cobre por lá. Aqui a gente nunca queimou nada'', respondeu o comerciante, que preferiu não se identificar.

Comerciante exibe foto para mostrar que queimada é em casa vizinha. (Foto: Repórter Top)

O empresário ficou irritado com o questionamento e disse que tudo em seu comércio é feito dentro da lei. Ele gravou vídeo e tirou fotos para mostrar que no fundo da residência dele nada é queimado. Diz também que não denuncia esses casos por temer retaliação de criminosos.

Na sequência, o comerciante avaliou a possibilidade do lixo ser queimado na casa de uma vizinha e que ele não teria responsabilidade. Depois, em novo contato telefônico, ele chegou a cogitar que o fogo pode ter sido colocado por um filho de seus avós, que moram do lado.

Conforme a Prefeitura Municipal, queimadas urbanas são crime ambiental e também podem render multa de até R$ 5 mil.