Menu
terça, 01 de dezembro de 2020
Saúde

Alimentos industrializados terão redução de sódio

Sal

05 novembro 2013 - 06h24Por Agência Brasil

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, firma hoje (5) com a Associação Brasileira de Indústrias de Alimentação (Abia), o quarto pacto para a redução de sódio nos alimentos industrializados. Essa é uma forma de o governo diminuir o alto índice de consumo de sal no país, um dos fatores de risco para doenças crônicas como hipertensão e doenças cardíacas. A previsão é que novos alimentos sejam acrescentados aos três acordos firmados anteriormente.

Em 2011, o Ministério da Saúde assinou o primeiro acordo com a Abia para reduzir o teor de sódio em 16 categorias de alimentos processados, como massas instantâneas, pães e bisnagas, nos próximos quatro anos. Em 2012, o termo de compromisso incluiu a redução de sódio em temperos, caldos, cereais matinais e margarinas vegetais.

Segundo a pasta, a recomendação de consumo máximo diário de sal pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é menos de cinco gramas por pessoa. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que o consumo do brasileiro está em 12 gramas diários. Pesquisa feita com mais de 54 mil brasileiros em 2011 mostrou que a hipertensão arterial atingia 22,7% da população adulta.

O ministro também vai apresentar hoje dados inéditos da pesquisa Vigitel 2012 - Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico - sobre a hipertensão arterial no país.

Leia Também

Fatal: óbitos por covid-19 no Brasil chegam a 173 mil
Geral
Fatal: óbitos por covid-19 no Brasil chegam a 173 mil
Jovem que fraturou coluna ao cair de moto aguarda cirurgia na Santa Casa
Interior
Jovem que fraturou coluna ao cair de moto aguarda cirurgia na Santa Casa
Rússia começa a vacinar população contra a covid-19
Geral
Rússia começa a vacinar população contra a covid-19
Marquinhos Trad anuncia 13º salário para 16 de dezembro
Cidade Morena
Marquinhos Trad anuncia 13º salário para 16 de dezembro