(67) 99826-0686
Gov - Agosto Lilas 09 a 24/08

Bebê de 8 meses convive com caroço no rosto que contém parte do cérebro

Os médicos acreditam que o caroço possa ser removido por meio de cirurgia

13 MAI 2019
Da redação/Portal R7
13h22min
Foto: Reprodução/Portal R7

Um bebê, de apenas oito meses, vive no Paquistão com um caroço no rosto que contém parte do cérebro. Segundo o tabloide Daily Mail, Daeima Manghrio é portador de encefalocele, uma condição causada por um defeito no tubo neural, um canal estreito presente no feto que permite o desenvolvimento do cérebro e da medula espinhal. Quando não fecha completamente, surge uma protuberância.

O tratamento é cirúrgico e normalmente realizado antes da criança completar 4 meses de idade. O conteúdo é realocado no crânio e lacrado com material artificial. Os pais, Jayram, 38, e Laxmi, 32, gastaram todas as economias da família com exames e visitas médicas. Daeima tem mais cinco irmãs e é o caçula da prole.

“O tumor era tão pequeno quanto a pedra de um anel que minha esposa usava quando ele nasceu. Mas, continuou crescendo constantemente", conta Jayram, que trabalha no campo, na província de Sindh, e ganha cerca de R$ 10 por dia.

"Causa dor quando os olhos ficam cobertos. Um olho está quase coberto com isso", lamenta. Os médicos acreditam que o caroço possa ser removido por meio de cirurgia. No entanto, só podem realizar o procedimento caso a saúde do garoto não esteja comprometida.

"É um caso de encefalocele nasal. Estamos à espera de mais exames e da ressonância magnética. Mas, nesses casos, a cirurgia é único tratamento", explica Raza Haroon, chefe do departamento de neurologia do Hospital Jinnah. "Nesse meio tempo, sugerimos um plano de dieta para melhorar a condição física e também observação", finaliza.

Veja também