Menu
segunda, 17 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Saúde

Blitz da saúde faz alerta sobre combate à tuberculose em bairros

17 novembro 2015 - 09h45Por Assessoria PMCG

Nesta terça-feira, 17, Dia Nacional do Combate à Tuberculose, uma ação na Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) Fernando Arruda Torres, na região do bairro Nova Lima, leva acadêmicos do curso de Enfermagem da Uniderp, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, para alertar sobre a doença. A atividade, que prossegue nos dias 19 e 26, terá também blitz de saúde no comércio da região.

Nesta terça-feira, a atividade começa a partir das 13h com conscientização sobre a doença na região do bairro José Tavares Couto. Serão oferecidas orientações sobre a prevenção da doença e a importância da coleta de amostras de muco na unidade básica de saúde, para detectar a tuberculose, um exame já disponível gratuitamente nas redes.

Em parceria com a Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) Fernando Arruda Torres, a blitz da saúde percorrerá estabelecimentos comerciais da região com o intuito de detectar possíveis indivíduos portadores da enfermidade.

Segundo a gerente da unidade, Keila Barreto Araújo Quadros, a blitz está em oito locais nos bairros onde são assistidos pela UBSF- parte do bairro Nova Lima, Oscar Salazar, Iguatemi e José Tavares do couto. O primeiro local onde ocorrerá a blitz será um bar localizado na Rua Jorge Mascarenhas 699, no bairro Oscar Salazar.

Keila Quadros explica que qualquer pessoa que apresentar tosse há mais de 15 dias pode procurar qualquer unidade de saúde, onde será feito um exame de escarro. Se o exame positivo, os enfermeiros das unidades entrarão em contato com a pessoa que receberá o tratamento e medicamento adequado.

Dados do Ministério da Saúde registram em torno de 68 mil casos de tuberculose por ano no país. Mato Grosso do Sul é o 10º estado com maior número de casos, média de 30,7 a cada 100 mil habitantes. Campo Grande figura como a 11ª capital com incidência mais baixa, com 32,1 casos a cada 100 mil moradores.

A professora de Enfermagem da universidade, Gislaine Medeiros revela que, conforme dados do Ministério, no Brasil ocorrem 4,6 mil mortes em consequência da doença, o que justifica a necessidade do trabalho preventivo para salvar vidas. “Faremos um processo de investigação entre os moradores do bairro para atingir pessoas que não frequentam a unidade básica de saúde da família da região”, explica.

Keila Quadros explica que qualquer pessoa que apresentar tosse há mais de 15 dias pode procurar qualquer unidade de saúde, onde será feito um exame de escarro caso de positivo o exame os enfermeiros das unidades entraram em contato com a pessoa que receberá o tratamento e medicamento adequado.

Serviço

Blitz | Dia Nacional do Combate à Tuberculose
Datas: 17 de novembro, às 13h (UBSF)
Endereço: Rua Zulmira Borba, s/nº - Nova Lima / José Tavares do Couto

A ação se repete em 19 e 26 de novembro, às 8 horas, no mercado Lunardi, situado na rua Zulmira Borba.