Menu
Busca sábado, 07 de dezembro de 2019
Saúde

Com 36 mil casos por ano no país, Campo Grande recebe mutirão para prevenção do câncer colorretal

Mutirão acontece no Hospital Regional, em Campo Grande, até o dia 3 de agosto

30 julho 2019 - 17h00Por Nathalia Pelzl

O câncer colorretal, apesar de prevenível, tem 36 mil casos por ano no Brasil, segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer). Mas, o que é colonoscopia? O presidente da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva Regional (SOBED) MS, Antônio Gentil, explica.

“A colonoscopia é um exame que permite a análise do reto, cólon o íleo terminal. A colonoscopia ajuda a encontrar pólipos, tumores, inflamações, úlceras e outras alterações do órgão. A colonoscopia é a forma mais segura para identificar possíveis lesões e tumores colorretais”, destaca.

Pensando em diminuir esses números e conscientizar a população, a SOBED realiza um mutirão até o dia 3 de agosto em Campo Grande, no Hospital Regional. Além disto, a ação acontece em outras 14 cidades do país.

O especialista reforça que o exame permite o diagnóstico precoce da doença, permitindo assim um tratamento mais adequado.  Ainda segundo ele, para a realização do exame é necessário um preparo.

“A colonoscopia é um exame que exige um preparo prévio e só serão atendidos pacientes pré-selecionados na rede pública de saúde”, defende.

Entre os objetivos da ação, um dos principais é chamar a atenção do poder público para a criação de um programa nacional de prevenção da doença.

Segundo informações da assessoria de imprensa do hospital, o atendimento vai funcionar da seguinte forma: pacientes que já estão internados na unidade e que receberem o pedido do médico vão direto no setor responsável.

Já os novos pacientes que desejam fazer o exame precisam do pedido do exame regularizada pelo SISREG, por exemplo, passa pela unidade básica de saúde, o médico faz o pedido, coloca no sistema e, posteriormente recebe a ligação para agendar o exame.