Menu
Busca sexta, 15 de novembro de 2019
Saúde

CRO faz avaliação gratuita de câncer de boca em Campo Grande e Dourados

Ano passado, foram constatadas 86 lesões suspeitas, durante a triagem na Capital

04 novembro 2019 - 12h08Por Diana Christie

Nesta semana de prevenção ao câncer de mama, o CRO/MS (Conselho Regional de Odontologia) realiza avaliações gratuitas para prevenção à doença em Campo Grande e Dourados.

A população poderá passar por uma triagem, onde casos diagnosticados como lesões com potencial de cancerização serão encaminhados para as unidades especializadas. Todo o atendimento será gratuito.

Na Capital, o evento acontece nesta terça-feira (5), na Praça Ary Coelho, das 9h às 13h. Ano passado, foram constatadas 86 lesões suspeitas, durante a triagem na praça, sendo necessário o encaminhamento de 21 pacientes para o Centro de Especialidades Odontológicas.

"A recomendação é que a população consulte um cirurgião-dentista regularmente. Assim, no caso de alguma lesão agressiva, o profissional poderá tratar a patologia de forma precoce. O Câncer de Boca tem um grande índice de cura se tratado no início. Mas se não tiver o acompanhamento pode levar a morte”, alerta o presidente do CRO-MS, José Wilson Capdeville.

A programação em Dourados conta com dois dias de exame clínico preventivo de câncer bucal (4 e 5 de novembro). O atendimento será na Clínica Odontológica da Unigran – Bloco 9.

Câncer de boca

De acordo com o INCA (Instituto Nacional do Câncer), o câncer de boca é o 5º de maior incidência no Brasil entre os homens. Os últimos dados (2017) do Sistema de Informação sobre Mortalidade, do Ministério da Saúde, apontam que foram registradas 6.296 mortes no Brasil ocasionadas por câncer da cavidade oral e 80 em Mato Grosso do Sul.

Conforme o INCA, para o estado do Mato Grosso do Sul, são estimados 160 casos novos de câncer da cavidade oral em homens e 50 em mulheres, para 2019. Esses valores correspondem a um risco estimado de 11,59 casos novos a cada 100 mil homens e 3,35 casos novos para cada 100 mil mulheres.

O câncer bucal ocorre mais frequentemente em homens, principalmente com mais de 40 anos de idade. O câncer de boca atinge os lábios e a cavidade bucal, nas regiões da bochecha, gengiva, céu da boca, língua e assoalho da boca. Já o câncer de lábio tem como principal fator de risco a exposição solar. 

Fatores de Risco

Os fatores que podem levar ao câncer de boca são idade superior a 40 anos, vício de fumar cachimbos, narguillé e cigarros, consumo de álcool, má higiene bucal e exposição a agentes oncogênicos como vírus HPV, herbicidas, produtos químicos, pesticidas. 

Principais Sintomas 

Aparecimento de feridas na boca, não dolorosas e que não cicatrizam em 15 dias. Outros sintomas são ulcerações superficiais, indolores (podendo sangrar ou não) e manchas esbranquiçadas ou avermelhadas nos lábios ou na mucosa bucal. Dificuldade para falar, mastigar e engolir, além de emagrecimento acentuado, dor e presença de linfadenomegalia cervical (caroço no pescoço) são sinais de câncer de boca em estágio avançado.

Prevenção

É possível se prevenir através de hábitos saudáveis que incluem:

- Evitar o consumo excessivo de álcool;

- Evitar fazer uso excessivo de cachimbos e cigarros;

- Evitar exposição ao sol sem proteção;

- Evitar o uso de próteses desajustadas à sua boca;

- Ter uma boa higiene bucal, escovando os dentes quatro vezes ao dia, de preferência após todas as refeições;

- Ter um acompanhamento odontológico frequente;

- Manutenção de uma dieta saudável, rica em frutas e legumes;

- Procurar atendimento odontológico se perceber qualquer tipo de alteração como: feridas, inchaços ou manchas.

(Com informações Comunic.Ativa)