tce agosto
Menu
quarta, 12 de agosto de 2020
Saúde

Estudados apontam que exame de sangue identificam avanço de câncer de pele

Câncer

05 novembro 2013 - 09h10Por BBC Brasil

Um estudo apresentado durante o seminário do Instituto de Pesquisa de Câncer britânico, em Liverpool identificou um simples teste de sangue pode ser usado para identificar quando um tumor está se espalhando em pessoas que têm câncer de pelo. Tim Cook, autor do estudo e oncologista consultor da Universidade de Dundee (Grã-Bretanha), explica que é um grande desafio identificar a propagação do melanoma - o tipo mais sério de câncer de pele.

Cook argumenta que o exame de sangue é uma forma simples e precisa para descobrir o quão avançada está a doença, além de indicar se ela começou a se espalhar.Segundo especialistas do setor, a descoberta pode levar a diagnósticos mais rápidos e novos tratamentos.

O próximo passo do estudo, segundo Proby, é desenvolver um mapa de "biomarcadores", que ajudem a identificar pacientes que precisam de reforço no tratamento do melanoma.

Novos tratamentos- Mais de 8 entre 10 pacientes têm sobrevivido ao melanoma por ao menos dez anos, mas especialistas dizem que há muito a ser feito em prol de pessoas cujo câncer se espalhou para outros órgãos. A mesma equipe de pesquisadores identificou outro biomarcador em potencial, chamado NT5E, que parece estar ligado ao avanço de um tipo agressivo de melanoma.

Os pesquisadores dizem que essa identificação pode ajudar a desenvolver novos tratamentos para a doença, sobretudo em casos em que ela se espalha a órgãos como cérebro e pulmão.

Leia Também

Professor, caminhoneiro e administrador estão entre pedófilos presos em Operação
Polícia
Professor, caminhoneiro e administrador estão entre pedófilos presos em Operação
Luan Santana completa 13 anos de carreira e ganha carro de mensagens na porta de casa
Geral
Luan Santana completa 13 anos de carreira e ganha carro de mensagens na porta de casa
Vídeo: Nelsinho Trad parte em missão no Líbano
Política
Vídeo: Nelsinho Trad parte em missão no Líbano
Mato Grosso do Sul atinge 558 mortes por coronavírus
CORONAVÍRUS
Mato Grosso do Sul atinge 558 mortes por coronavírus