TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
domingo, 26 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Saúde

Feriado terá plantão de vacinação contra Influenza e covid-19 em Campo Grande

As unidades Dona Neta, Moreninhas e 26 de Agosto funcionarão das 7h30 às 17h, sem intervalos

15 junho 2022 - 20h03Por Elizeu Ribeiro

Três unidade de saúde de Campo Grande estarão atendendo nesta quinta-feira (16), feriado de Corpus Christ, para vacinação da população contra Influenza e Covid-19. As unidades Dona Neta, Moreninhas e 26 de Agosto funcionarão das 7h30 às 17h, sem intervalos. 

Segundo a  Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), manter as unidades abertas, tem como objetivo facilitar o acesso da população que precisa se imunizar, mas não consegue ir a nenhuma unidade de saúde durante a semana, uma vez que normalmente estão trabalhando nos horários em que estes locais estão em funcionamento. 
A vacina contra a Covid-19 pode ser aplicada em toda a população com 5 anos ou mais que não tomaram a primeira dose até o momento. A segunda dose pode ser aplicada também neste público que já cumpriu o intervalo estipulado pelo fabricante da vacina. 

É possível receber a terceira dose, toda a população que tenha 12 anos ou mais e tenha tomado duas doses há pelo menos quatro meses ou pessoas com imunocomprometimentos com intervalo de 28 dias da D2.  

Já em relação à quarta dose, ela está disponível para pessoas com 50 anos ou mais, trabalhadores da saúde e também para quem tem imunocomprometimento e mais de 18 anos, desde que obedeça ao intervalo de quatro meses. Até esta quarta-feira (15) haviam sido aplicadas quase 1,9 milhões de doses na população da Capital. 

Ainda conforme a Sesau, a vacinação contra a influenza foi prorrogada até o dia 24 de junho e pode ser aplicada em gestantes, puérperas até 45 dias pós parto, População indígena, pessoas com comorbidades e as que tenham deficiências permanentes, caminhoneiros, trabalhadores do transporte rodoviário de passageiros, trabalhadores portuários, Forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema penitenciário, população privada de liberdade e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas. 

Outros grupos que comumente atingem a marca de 90% de cobertura, conforme preconizado pelo Ministério da Saúde, são os trabalhadores da saúde, onde 49,34% do grupo foi vacinado, idosos, com 44,51%, e crianças entre seis meses e menores de cinco anos, com 25,33% de cobertura. 

Desde o início do ano, Campo Grande registrou 37 óbitos por H3N2, a maioria ocorridos no mês de janeiro, após um surto atípico do vírus no entre o final de 2021 e o início deste ano. A vacina disponível no SUS protege contra três dos principais vírus circulantes, o H1N1, H2N3 e Influenza B.