(67) 99826-0686
Camara - marco

Governo define regras para composição de vacinas contra gripe

H1N1

21 OUT 2013
Schimene Weber, com informações da EBC
09h06min
Foto: Divulgação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou na edição de hoje (21) do Diário Oficial da União resolução  que define as regras para a composição das vacinas contra a gripe a serem utilizadas no país em 2014. O texto estabelece especificações para as vacinas influenza trivalentes, que deverão conter, obrigatoriamente, três tipos de cepas de vírus em combinação, e para as quadrivalentes.

De acordo com a resolução, as trivalentes deverão conter amostras de vírus similares aos encontrados nos estados norte-americanos da Califórnia e do Texas, ambos classificados como Influenza A, e de Massachussetts (Influenza B). As vacinas quadrivalentes deverão ser compostas pelas amostras dos vírus das trivalentes além da cepa do vírus influenza B encontrado em Brisbane (Austrália).

A Anvisa ressalta que essas vacinas somente poderão ser produzidas, comercializadas ou utilizadas se estiverem dentro das determinações e nas composições descritas na resolução e enfatiza que é "vedada a utilização de quaisquer outras cepas de vírus em vacinas Influenza no Brasil, sendo que as atualmente comercializadas ou fabricadas fora destas determinações deverão ser retiradas do mercado".

Mato Grosso do Sul -  De acordo com o boletim epidemiológico, Campo Grande registrou sete óbitos, sendo quatro por H1N1 e mais dois em decorrência do vírus H3N2. Conforme o boletim, a Capital, ainda, apresentou uma vítima fatal acometida pelo vírus Influenza B.

Além de Campo Grande, a Secretaria de Estado de Saúde confirmou óbitos em mais quatro cidades de MS: Ponta Porã, Dourados, Bandeirantes e Ribas do Rio Pardo.

No estado, desde janeiro, a Secretaria notificou 687 casos de gripe suína.

Veja também