TJMS AGOSTO
Menu
quinta, 06 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Saúde

Lei garante entrega de remédios em domicílio para deficientes na Capital

Medicamentos

23 outubro 2013 - 08h25Por Ana Rita Chagas

O prefeito Alcides Bernal sancionou nesta quarta-feira (23), a Lei  n° 5.226 que dispõe sobre a entrega domiciliar gratuita de medicamentos de uso contínuo às pessoas com deficiências e idosos, no município de Campo Grande. A determinação foi publicada na edição do Diário Oficial do Município, desta quarta-feira  (23).

De acordo com a medida, para receber as medicações, o usuário precisa fazer o cadastramento  nas Unidades de Saúde da Família portando as seguintes documentações:  formulário de Solicitação de Auxílio de Entrega Domiciliar de Uso Contínuo, devidamente preenchido;  receita médica original, em papel timbrado do médico ou do estabelecimento onde a consulta foi realizada, contendo o nome do paciente, nome e dose diária da medicação, assinatura e carimbo com o número do CRM do médico; cópia do documento de identidade do usuário do medicamento de uso contínuo; cópia do comprovante de residência, dentre outros.

A determinação assegura, ainda, que a entrega do medicamento deve ser feita pelos  Agentes Comunitários de Saúde,  de Campo Grande, após cada prescrição médica, dentro do prazo estipulado para o término do medicamento.

A validade máxima para concessão do benefício é de seis  meses, podendo ser renovada por igual período com a expedição de nova prescrição médica, sendo que a entrega do medicamento não poderá ser interrompida, em hipótese alguma, sem determinação do médico. 

Leia Também

Bolsonaro assina MP que destina R$ 1,9 bilhão para compra de doses de vacina contra a covid
Geral
Bolsonaro assina MP que destina R$ 1,9 bilhão para compra de doses de vacina contra a covid
VÍDEO: Marquinhos fiscaliza descontaminação de ruas no Guanandi e defende comércio aberto
Cidade Morena
VÍDEO: Marquinhos fiscaliza descontaminação de ruas no Guanandi e defende comércio aberto
Brasil tem 1.237 mortos em 24 horas e está na 'véspera' dos 100 mil
Geral
Brasil tem 1.237 mortos em 24 horas e está na 'véspera' dos 100 mil
'Gastança' de Siqueira mostra que vereador tá de 'CONVERSINHA' com dinheiro público
Cidade Morena
'Gastança' de Siqueira mostra que vereador tá de 'CONVERSINHA' com dinheiro público