TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 01 de julho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Saúde

Mato Grosso do Sul deve começar a usar cloroquina em casos graves de covid-19

O remédio ainda está em fase de testes, mas foi liberado pelo Governo Federal

30 março 2020 - 15h51Por Diana Christie

O Hospital Regional de Mato Grosso do Sul anunciou, nesta segunda-feira (30), a compra de 4050 comprimidos de hidroxicloroquina, que serão usados junto com 5 mil comprimidos de difosfato de cloroquina (150 mg), enviados pelo Ministério da Saúde.

Segundo o hospital, o medicamento deverá ser testado em pacientes com o quadro mais grave do novo coronavírus. "Toda a equipe multiprofissional busca cotidianamente referências científicas e comprovadas para proporcionar o tratamento mais eficaz para a população”, afirma a diretora-presidente do HRMS, Rosana Leite de Melo.

O remédio ainda está em fase de testes, mas foi liberado pelo Governo Federal. De acordo com as informações do Ministério da Saúde, o protocolo prevê cinco dias de tratamento e é indicado apenas para pacientes hospitalizados.

A cloroquina e hidroxicloroquina irão complementar todos os outros suportes utilizados no tratamento do paciente no Brasil, como assistência ventilatória e medicações para os sintomas, como febre e mal-estar. Elas não são indicadas para prevenir a doença e nem tratar casos leves.