Menu
Busca sexta, 15 de novembro de 2019
Saúde

Médicos retiram tênia de 12 cm que comeu cérebro de homem por 15 anos

Cirurgia foi a última opção dos médicos e considerada arriscada

06 novembro 2019 - 16h34Por Thiago de Souza

Médicos chineses retiraram uma tênia, de 12 centímetros, alojada no cérebro de um homem por 15 anos. O paciente passou a ter problemas de saúde em 2007 e os médicos só descobriram que o parasita comia as células cerebrais dele em 2018, quando identificaram um tumor no órgão.

No início do tratamento, os médicos sugeriram procedimento não-cirúrgico. Porém, a tênia resistiu e foi preciso a intervenção no cérebro, feita no Hospital do Cérebro de Guangdong Sanjiu, China.

Segundo o R7, os médicos contaram à agência de notícias AsiaWire, que trata-se de um Sparganum mansoni, que normalmente vive no intestino de cães e gatos, mas raramente em humanos — embora existam casos dele até no olho de pacientes, aqui no sul do Brasil.

Ainda de acordo com os profissionais de saúde, a operação foi arriscada, porque nenhuma parte da tênia poderia ser deixada para trás, com o risco de crescer novamente. É o quarto atendimento do tipo no hospital em 2019.