(67) 99826-0686
Origem - entregas

MP pressiona prefeitura para regularizar unidades de saúde

Urgência

3 DEZ 2013
Ana Rita Chagas
07h20min
Foto: Assessoria

O prefeito Alcides Bernal (PP) e o Secretário Municipal de Saúde, Ivandro Fonseca têm o prazo de dez dias para adotar medidas administrativas necessárias e garantir o acesso à prestação dos serviços de saúde, com a aquisição de medicamentos, materiais e insumos básicos para o Pronto Atendimento Coronel Antonino e Pronto Atendimento Vila Almeida e de todas as 83 Unidades de Saúde da Rede Municipal.

A recomendação foi feita pela Promotora de Justiça da Saúde de Campo Grande, Filomena Aparecida Depólito Fluminhan. Segundo Filomena Aparecida Depólito, além das unidades, a prefeitura também precisa abastecer o almoxarifado da Secretaria Municipal de Saúde.

A decisão do MP foi tomada em função das vistorias realizadas pelo Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul, na qual foram constatadas situações precárias, em relação à estrutura. A promotoria de Justiça também realizou vistorias, porém na farmácia e almoxarife da Sesau, constatou irregularidades, falta de medicamentos e materiais.

A promotora pede que o as exigências sejam cumpridas no prazo de 10 dias, adotando medidas administrativas, para cumprir com todas as recomendações feitas pelo Ministério Público. Filomena já expediu ofício para a Sesau, porém não obteve resposta.

Veja também