Menu
domingo, 25 de outubro de 2020
Saúde

MP pressiona prefeitura para regularizar unidades de saúde

Urgência

03 dezembro 2013 - 07h20Por Ana Rita Chagas

O prefeito Alcides Bernal (PP) e o Secretário Municipal de Saúde, Ivandro Fonseca têm o prazo de dez dias para adotar medidas administrativas necessárias e garantir o acesso à prestação dos serviços de saúde, com a aquisição de medicamentos, materiais e insumos básicos para o Pronto Atendimento Coronel Antonino e Pronto Atendimento Vila Almeida e de todas as 83 Unidades de Saúde da Rede Municipal.

A recomendação foi feita pela Promotora de Justiça da Saúde de Campo Grande, Filomena Aparecida Depólito Fluminhan. Segundo Filomena Aparecida Depólito, além das unidades, a prefeitura também precisa abastecer o almoxarifado da Secretaria Municipal de Saúde.

A decisão do MP foi tomada em função das vistorias realizadas pelo Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul, na qual foram constatadas situações precárias, em relação à estrutura. A promotoria de Justiça também realizou vistorias, porém na farmácia e almoxarife da Sesau, constatou irregularidades, falta de medicamentos e materiais.

A promotora pede que o as exigências sejam cumpridas no prazo de 10 dias, adotando medidas administrativas, para cumprir com todas as recomendações feitas pelo Ministério Público. Filomena já expediu ofício para a Sesau, porém não obteve resposta.

Leia Também

Ladrão é preso minutos depois de cometer assalto no Universitário
Polícia
Ladrão é preso minutos depois de cometer assalto no Universitário
Seguindo os passos do avô, piloto da PM tem orgulho em servir a sociedade
Algo mais
Seguindo os passos do avô, piloto da PM tem orgulho em servir a sociedade
Mato Grosso do Sul reduz índices de violência durante pandemia
Polícia
Mato Grosso do Sul reduz índices de violência durante pandemia
Presidente da Samsung morre aos 78 anos
Geral
Presidente da Samsung morre aos 78 anos