TCE JUNHO 2022
PREF MARACAJU JUNHO REFIS 2022
Menu
quarta, 29 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Saúde

Parceria quer ampliar exames de coronavírus em MS

Estado corre atrás de efetividade no combate à doença

28 março 2020 - 07h45Por Vinícius Squinelo, com MSGov

A união entre instituições públicas e privadas tem proporcionado resultados efetivos nas ações de combate ao coronavírus. Recentemente, o Governo de Mato Grosso do Sul, por intermédio da Secretaria de Estado de Saúde, o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), buscam alternativas para encontrar soluções para agilidade nos exames do Covid-19. 

A Lacen e a Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande, se reuniram na semana passada e conseguiram achar um caminho para descongestionar o atendimento no laboratório. De acordo com o diretor da Lacen, Luiz Henrique Ferraz Demarchi, a Embrapa poderá utilizar sua estrutura no diagnóstico da dengue, Zica e Chikungunya e assim melhorar a gestão do Lacen. “O laboratório da Embrapa é altamente estruturado e atendimento desses casos específicos irá melhorar nossa demanda interna, considerando que aqui no laboratório vamos priorizar os casos de coronavírus”.

Além disso, o laboratório tem recebido o apoio da UFMS e da Fiocruz tanto no que se refere a corpo técnico como a espaço físico. “São instituições que disponibilizaram a expertise que eles possuem. A vinda desses profissionais vem colaborando principalmente para que possamos rodar exame de carga e verificar o material genético”.

“Nesta e na semana passada, recebemos do Ministério da Saúde kits de diagnóstico. Com tudo isso, nossa demanda de coronavírus está em dia, os exames estão sendo feitos e liberados em tempo oportuno e isso é reconfortante e nos prepara para a demanda que tende a aumentar daqui para frente”, acrescenta Demarchi.

O diretor do Lacen destaca a atuação de SES no alinhamento e aproximação com essas instituições e reforça que além das citadas, o Lacen também foi procurado pela UCDB e pelo Hemosul. “Com essa união, fica mais fácil de combatermos a propagação do vírus em nosso Estado”.

O Lacen realiza exames de média e alta complexidade, atendendo os 79 municípios de Mato Grosso do Sul e é reconhecido como um centro de referência regional nos diagnósticos de agravos e nas análises de produtos e tem como missão prestar serviços laboratoriais à comunidade no que tange à saúde pública, visando atender com qualidade e confiabilidade no âmbito da Vigilância Epidemiológica, Sanitária, Ambiental e Saúde do Trabalhador.