Menu
terça, 20 de outubro de 2020
Saúde

Saúde cria política de atendimento a pessoas com doenças raras

Determinação

12 fevereiro 2014 - 10h12Por Redação

Portaria do Ministério da Saúde publicada hoje (12) no Diário Oficial da União institui a Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras e institui incentivos financeiros de custeio ao setor.

De acordo com a publicação, é considerada doença rara a enfermidade que afeta até 65 pessoas em cada grupo de 100 mil indivíduos.


Ainda segundo o texto, a política tem como objetivo reduzir a mortalidade decorrente das doenças raras e contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos pacientes por meio de ações de promoção, prevenção, detecção precoce, tratamento oportuno, redução de incapacidade e cuidados paliativos.

O Ministério da Saúde informou que, entre os avanços, está a organização da rede de atendimento para diagnóstico e tratamento de pacientes que contraíram uma das 8 mil doenças raras existentes. As coenças serão estruturadas em eixos e classificadas de acordo com suas características.

Também estão sendo incorporados 15 novos exames de diagnóstico de doenças raras, além da oferta do aconselhamento genético no Sistema Único de Saúde (SUS) e do repasse de recursos para custeio das equipes de saúde dos serviços especializados. O investimento previsto é de R$ 130 milhões.

Leia Também

Mato Grosso do Sul registra mais 15 mortes por covid; maioria em Campo Grande
CORONAVÍRUS
Mato Grosso do Sul registra mais 15 mortes por covid; maioria em Campo Grande
Justiça decreta prisão preventiva de advogado que matou PM no trânsito
Polícia
Justiça decreta prisão preventiva de advogado que matou PM no trânsito
PM encontra adolescente pulando em telhados após assalto com faca
Polícia
PM encontra adolescente pulando em telhados após assalto com faca
Além de bêbado, advogado que matou PM no trânsito dirigia carro 'Bob'
Cidade Morena
Além de bêbado, advogado que matou PM no trânsito dirigia carro 'Bob'