Menu
sexta, 14 de agosto de 2020
Saúde

Secretaria de Saúde tenta viabilizar 68 novos leitos de UTI em Campo Grande

Ocupação de leitos por pacientes da covid-19 preocupa o governo e planos de saúde

07 julho 2020 - 14h37Por Diana Christie

A situação começa a ficar crítica com o avanço do novo coronavírus em Mato Grosso do Sul. Prevendo possível colapso, a Secretaria de Estado de Saúde tenta viabilizar ao menos mais 68 leitos para a macrorregião de Campo Grande.

O anúncio foi realizado pelo secretário Geraldo Resende, durante live nas redes sociais. Com apoio da prefeitura, ele planeja equipar 18 leitos de UTI no Hospital do Câncer, 20 leitos na Santa Casa e, mais pra frente, 20 leitos no Hospital Regional Maria Aparecida Pedrossian.

A princípio, todos os pacientes com o novo coronavírus seriam direcionados para o Hospital Regional, mas a ocupação da unidade já está perto da capacidade e até mesmo a área de campanha foi ativada. “Já estamos na fase 3 do plano que criamos no Hospital Regional”, explica Resende.

Assim, o jeito foi contar com o apoio dos hospitais filantrópicos, que atendem tanto pacientes do SUS, quanto convênios e particulares. Os planos de saúde também estão ampliando as estruturas, direcionando alas inteiras para atender as vítimas da doença. A Unimed anunciou, inclusive, que vai começar a distribuir boletim diário sobre a ocupação dos hospitais conveniados.

Dados

Mato Grosso do Sul registrou 434 exames positivos e seis novas mortes por covid-19 nas últimas 24 horas. As informações são do boletim epidemiológico desta terça-feira (7), divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde.

São 10.687 casos confirmados da doença, dos quais 3.255 estão em isolamento domiciliar, 7.081 estão sem sintomas e 235 estão internados, sendo 126 em hospitais públicos e 109 em hospitais privados. Doze pacientes internados são de fora do Estado.

Desde o dia 25 de janeiro, foram registradas 57.996 notificações de casos suspeitos do novo coronavírus. Destes, 42.717 foram descartados após exames, 21 foram excluídos por não se encaixarem na definição de caso suspeito do Ministério da Saúde, 2.547 exames aguardam resultado do Laboratório Central de Saúde Pública e 2.045 casos foram notificados e não foram encerrados pelos municípios.

Leia Também

Homem baleado na cabeça na Mato Grosso morre na Santa Casa
Cidade Morena
Homem baleado na cabeça na Mato Grosso morre na Santa Casa
Três ex-guardas municipais envolvidos na milícia dos Name são soltos pela Justiça
Cidade Morena
Três ex-guardas municipais envolvidos na milícia dos Name são soltos pela Justiça
Baleado na avenida Mato Grosso está em estado gravíssimo na Santa Casa
Cidade Morena
Baleado na avenida Mato Grosso está em estado gravíssimo na Santa Casa
Energisa cobra atestado de cliente suspeito de covid para não cortar luz em Campo Grande
Cidade Morena
Energisa cobra atestado de cliente suspeito de covid para não cortar luz em Campo Grande