TCE 27/10 a 29/10
Menu
quinta, 28 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Saúde

Sesau diz que contratou mais médicos e vai melhorar estrutura da UPA Coronel Antonino

MPE investiga prejuízo no atendimento aos pacientes por falta de médicos e estrutura em deterioração

22 setembro 2021 - 17h00Por Diana Christie

Em resposta à investigação do Ministério Público sobre irregularidades na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Coronel Antonino, em Campo Grande, a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) disse que contratou mais médicos e vai melhorar a estrutura do posto de saúde.

"A Sesau reitera que todos os pontos citados foram sanados, entre eles a composição da escala médica, através da convocação de profissionais inscritos no processo seletivo temporário e também de concurso público. Não obstante, existe previsão ainda de melhoria da estrutura da unidade, assim como nas demais UPAs e CRSs", apontou.

A 32.ª Promotoria de Justiça de Saúde Pública notificou a prefeitura ontem (21), de inquérito civil instaurado em 10 de agosto para apurar se a UPA Coronel Antonino está trabalhando com quadro incompleto de médicos na escala, gerando prejuízos ao atendimento à população.

A investigação é a pedido do CRM-MS (Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso do Sul), que questiona o quantitativo de profissionais para atendimento na unidade. A instituição fez vistoria na UPA em 6 de janeiro e enviou relatório para a promotoria com diversas reclamações.

No inquérito, o Ministério Publico indicou insuficiência de médicos na composição das escalas dos turnos de atendimento 24h, consultório com vazamento de chuva pelo ar-condicionado e banheiro de funcionários onde uma tesoura era usada como chave.

Também foi verificado que o raio-X estava sem funcionar, a sala de curativos permanecia com gases expostas, o banheiro especial estava em mal estado de conservação, sala de triagem com descarpac [lixeira de material sensível] na superfície e farmácia com caixas vazias e amontoadas.

As investigações estão a cargo da promotora Filomena Aparecida Depólito Fluminhan.